Muita gente deixa a timidez de lado quando se comunica na internet, seja por causa da sensação de anonimato ou da falta do bom e velho olho no olho que petrifica os mais reservados. O problema é que há quem abuse e aproveite a plataforma para descarregar discursos de ódio, principalmente nas redes sociais, tornando-se o famoso troll da internet. Em comunicado interno aos seus funcionários, o CEO do Twitter, Dick Costolo, resolveu que é chegada a hora da empresa tomar uma posição contra esses usuários tóxicos.

O site The Verge teve acesso a diversas mensagens trocadas dentro da companhia através de um fórum privado. Um dos trabalhadores questionou a falta de ação do Twitter em relação aos milhares de casos de humilhações e linchamentos virtuais que ocorrem regularmente no serviço e o assunto despertou a atenção do chefão. “Somos uma porcaria em lidar com abusos e trolls na nossa plataforma e isso já há anos”, admitiu o executivo em resposta.

Dick Costolo.

“É um absurdo e não há desculpas para isso”, afirmou Costolo, assumindo a culpa pelo desempenho pouco enérgico da empresa contra essas ações durante seu tempo à frente da empresa. “Eu tomo inteiramente a responsabilidade por não ter sido mais agressivo nesse assunto. A culpa não é de ninguém senão minha, e é algo vergonhoso”, declarou. Porém, ao que tudo indica a postura da companhia tende a mudar.

Agora, a história vai ser outra

“Iremos começar a chutar [da rede social] essas pessoas e vamos garantir que, quando eles lançarem seus ataques, ninguém os ouça”, escreveu Costolo. Ele assegurou ainda que as pessoas dentro da empresa que estão trabalhando em cima desse problema receberão todos os recursos necessários para que a situação tome novos rumos. O CEO acredita que o Twitter perde diversos usuários valiosos simplesmente por não lidar com a questão dos trolls.

Isso fica claro com as constantes ameaças de violência física e sexual feitas principalmente contra as mulheres, com o caso mais icônico sendo de Anita Sarkeesian, que assumiu há tempos uma postura crítica em relação a como o sexo feminino é representado nos games. Recentemente, Zelda Williams decidiu fechar sua conta no Twitter após ser bombardeada de mensagens agressivas após a morte de seu pai, o ator Robin Williams.

Você já sofreu com os trolls no Twitter ou em outras redes sociais? Acha que deveria ser mais fácil se livrar desses usuários indesejados? Deixe sua opinião mais abaixo, na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: