Nesta última terça-feira (19), o Twitter atualizou sua política em relação ao uso de imagens de pessoas falecidas, permitindo que familiares possam entrar em contato com a empresa e pedir a remoção de fotos que retratem o momento do acidente, a cena da morte ou os restos mortais da pessoa. A mudança chega após a onda de bullying que afastou Zelda Williams da rede social.

A empresa já possuía um artigo explicando como familiares diretos poderiam contatar a empresa para desativar o perfil de um usuário falecido, apresentando diversos documentos para provar o parentesco. Esse texto ganhou um novo parágrafo informando sobre a remoção de imagens de falecidos, mas explicando que no processo de apuração “o Twitter considera fatores de interesse público, como o valor-notícia do conteúdo em questão”, o que pode fazer com que nem todos pedidos possam ser atendidos.

Para os que se encontram na situação citada anteriormente, basta entrar em contato com o Twitter pelo email privacy@twitter.com e fazer a requisição em inglês. Por enquanto, a versão do artigo em português não foi atualizada com a nova medida.

Entenda o caso

A filha do ator Robin Williams, encontrado morto no dia 11 deste mês, acabou conhecendo o lado sombrio da internet ao escrever um texto de despedida ao falecido pai no microblog. Horas depois da postagem, Zelda recebeu em seu perfil mensagens ofensivas e diversos links com fotos do corpo de seu pai, o que resultou na decisão de abandonar as redes sociais por tempo indeterminado.

Cupons de desconto TecMundo: