O CEO do Twitter, Dick Costolo, postou uma novidade interessante em sua conta da rede social ontem (23). O executivo mostrou um vídeo de seis segundos através do Vine, um serviço de vídeos adquirido pela companhia ainda em 2012.

A intenção do Twitter é lançar o seu próprio serviço de vídeos integrados para a rede social — e para uma rede que permite mensagens de no máximo 140 caracteres, nada melhor do que um sistema de vídeos curtos e rodando em looping. É como se fossem GIFs animados, mas com uma qualidade muito superior e a possibilidade de se adicionar som.

Ainda não está certo se e como o Vine vai permitir às pessoas editar e postar os seus vídeos diretamente, já que a companhia nunca chegou a lançar nenhum produto, uma vez que ela foi adquirida pelo Twitter antes de ter lançado qualquer serviço. Também não se sabe se os vídeos vão ter um limite máximo de duração.

Integração dos vídeos diretamente na Linha do tempo

A vantagem desse sistema é que agora esses vídeos não aparecem somente como links dentro das postagens. Eles são exibidos diretamente na Linha do tempo (com direito a som e tudo) e podem, inclusive, ser integrados aos sites (como você pode ver acima).

O Twitter já lançou o seu próprio sistema de hospedagem de imagens. No fim do ano passado, a rede social terminou a parceria com o Instagram e parou de integrar as fotografias do sistema nas postagens do Twitter.

Para combater o concorrente que foi adquirido pelo Facebook, o Twitter lançou o seu próprio sistema de filtros para imagens, que podem ser integradas naturalmente às mensagens. A integração dos vídeos na rede social pode ser mais um passo na guerra contra o Instagram.

Cupons de desconto TecMundo: