Na última segunda-feira (8), a revista Time publicou em seu site a lista final com os oito candidatos que estão sendo considerados pela publicação para o título de “Pessoa do Ano” em 2014. O atual CEO da Apple, Tim Cook, é um dos que está sendo nomeado mais uma vez para o prêmio, sendo reconhecido pelo seu trabalho na empresa e, principalmente, por ter assumido a sua homossexualidade ao público no fim de outubro, em uma coluna do site Businessweek.

“Tim Cook, que apresentou o iPhone 6 e iPhone 6 Plus da Apple, o Apple Watch e Apple Pay neste ano, e que teve sua decisão de assumir sua opção sexual fazê-lo o primeiro CEO abertamente gay presente na Fortune 500”, publicou a revista em sua postagem sobre as personalidades nomeadas. Confira a seguir uma lista com os outros sete indicados para o prêmio.

  • Os manifestantes de Ferguson: o grupo que foi às ruas após a morte de um jovem negro nos Estados Unidos, baleado por um policial branco. Eles voltaram a protestar em novembro, quando uma decisão do júri acabou fazendo com que o atirador não fosse indiciado por assassinato.
  • Os voluntários do ebola: as pessoas que estão lutando contra um dos maiores surtos de ebola da história, se dedicando para ajudar a controlar a doença e cuidar dos infectados no oeste do continente africano.
  • Vladimir Putin: o líder russo que esteve nas manchetes durante grande parte do ano, tanto pela organização dos jogos olímpicos de inverno, em Sochi, como por sua dureza na administração do conflito na Ucrânia – que resultou na anexação da Crimeia.
  • Taylor Swift: uma das artistas mais aclamadas e que faz fez sucesso em 2014, emplacando diversas canções no topo das paradas musicais. Balançou a indústria fonográfica ao tirar seus trabalhos do Spotify, alegando que eles não pagam corretamente seus parceiros.
  • Jack Ma: o homem mais rico da China, que teve um início de vida humilde e hoje é o presidente de uma das maiores empresas de e-commerce do mundo, a Alibaba.
  • Masoud Barzani: presidente em exercício da porção curda do Iraque desde 2005. Vem tentando impulsionar a independência da região, além se engajar na luta constante contra o Estado Islâmico que assola tanto o Iraque como a Síria.
  • Roger Goodell: o comissário da NFL – organização de futebol americano nos Estados Unidos –, que enfrenta uma avalanche de críticas por causa do modo como a liga lida com incidentes envolvendo seus jogadores, como foi o caso de violência doméstica protagonizado por Ray Rice.

--

A premiação “Pessoa do Ano” visa escolher uma pessoa, grupo ou ideia – entre outras opções – que, de um modo positivo ou negativo, mais influenciaram os acontecimentos ocorridos durante o ano. Sabendo disso, fica mais fácil entender porque nomes como o do presidente russo Vladimir Putin estão na seleção finalista feita pela Time. A revelação derradeira de quem levará o título deve ser feita na próxima quarta-feira (10).

Cupons de desconto TecMundo: