Todo ano a Apple sedia uma reunião para os principais acionistas da empresa discutirem os gastos, ganhos e planejamentos. De acordo com um vazamento, essa discussão de negócios vai ocorrer no dia 28 de fevereiro às 9h do fuso-horário do Pacífico no Infinite Loop, a sede de Cupertino.

Entre as rendas dos executivos, sabe-se que Tim Cook ganhou US$ 1,5 milhões (R$ 4,8 milhões) a menos que em 2015. Se comparado com o valor que o CEO arrecadou em 2014, os números de 2016 também ficam abaixo. Dos US$ 8,7 milhões (R$ 28 milhões) do salário anual do CEO, US$ 3 milhões (R$ 9,6 milhões) vêm de um salário fixo, US$ 5,37 milhões (R$ 17, 3 milhões) vêm de incentivos sem impostos e, por último, mais US$ 378 mil (R$ 1,2 milhões) são fornecidos de algumas outras compensações da empresa.

Salário de Cook é pequeno perto dos outros acionistas

Você acha que o salário de Cook é grande? Os dos outros acionistas são bem maiores, com uma média de US$ 22 milhões (R$ 70 milhões). Vale ressaltar que esses são salários anuais, e não mensais (seria difícil manter uma empresa que houvesse tantas pessoas faturando tanto, não é mesmo?).

Contudo, trata-se de algo mais perto de uma curiosidade esses dados. As informações mais importantes é que a Apple não atingiu as metas predefinidas em 2016 e, por conta disso, os acionistas receberam apenas 89,5% dos bônus, diferente de 2015, no qual todos ganharam 100%.

Cupons de desconto TecMundo: