Ontem, o TecMundo noticiou a nova invenção do famoso Geohot: um carro autônomo feito em apenas um mês. O hacker é famoso pela criação dos primeiros jailbreaks, e, agora, pode ter um destaque enorme por causa da rapidez em criar um veículo inteligente. Contudo, a Tesla, que está produzindo seu próprio automóvel do futuro, não gostou muito da notícia.

Em comunicado oficial no site da montadora, foi notificado que a representação dos carros da Tesla não foi retratada de forma correta na matéria da Bloomberg de ontem, e que o projeto de Geohot provavelmente não está no mesmo patamar que os deles.

De acordo com a companhia, é extremamente improvável que uma única pessoa ou até mesmo uma companhia pequena que careça do conhecimento teórico de engenharia consiga construir um sistema autônomo de direção que seja aplicável em automóveis.

A Tesla continua: “desenvolver uma tecnologia 99% precisa é relativamente fácil, mas alcançar a porcentagem de 99,9999%, que é o que precisamos, é a verdadeira dificuldade. O projeto [de Geohot] pode rodar em uma pista de demonstração – nós tínhamos um há dois anos atrás –, mas é necessário consertar milhões de bugs para que ele se adapte a todos os tipos de estradas”.

Segundo a companhia, criar um carro autônomo e aprimorar o projeto da forma como eles fizeram é o que diferencia os dos automóveis. A Tesla comparou a situação com um algoritmo de computador que identifica cachorros em fotos: ele pode acertar 99% das vezes, mas, de vez em quando, pode achar que um vaso de planta é um animal. E esse dado errado faz diferença na estrada, quando dirigimos à 110km/h.

Cupons de desconto TecMundo: