Não, você não leu errado e o TecMundo não está sonhando! É curioso, mas o próximo grande lançamento da Tesla depois do aguardado Model 3 pode não ser outro automóvel. Na verdade, a empresa de Elon Musk agora estaria atrás de um serviço de streaming de música.

Segundo o site Re:Code, fontes da indústria fonográfica confirmaram que a Tesla procurou diretamente algumas gravadoras para fazer uma "sondagem" a respeito de um lançamento no setor. A ideia seria incorporar esse futuro produto nos modelos da marca, que já possuem um painel conectado.

Como a Tesla tem como diferencial o uso de tecnologias próprias, ela não estaria interessada simplesmente em integrar serviços rivais, como Spotify, Deezer e Apple Music. Não fica claro também se ele seria disponibilizado para usuários de fora ou apenas donos de um Tesla (o que é mais provável).

Entrando na briga

Por enquanto, o mercado de streaming é formado por uma série de competidores de peso. O Spotify recentemente chegou aos 50 milhões de assinantes (sem contar quem ouve de graça e com anúncios), contra 27 milhões do serviço da Apple.

Fora dos EUA, a Tesla mantém uma parceria com o Spotify, que possivelmente seria desfeita caso o novo serviço realmente saia. Vale lembrar que isso não é nada fácil, já que os contratos de licenciamento e pagamento com artistas e gravadoras costumam envolver muita discussão dos dois lados.

"Acreditamos que é importante ter uma experiência excepcional dentro do carro, para que nossos clientes escutem a música que eles quiserem de qualquer fonte que desejarem. Nosso objetivo é conquistar a felicidade máxima para os consumidores", afirmou um porta-voz da Tesla à página Re:Code. Recentemente, a empresa até contratou um especialista em deep learning — mas vai usá-lo para o piloto automático, não para selecionar suas playlists. 

Cupons de desconto TecMundo: