A Tesla não está pra brincadeira quando se trata da revolução elétrica: a empresa de Elon Musk quer dobrar o tamanho da sua rede de Superchargers, os postos de recarga para os  veículos da marca, até o fim de 2017.

Embora isso se trate de um investimento massivo que beneficiaria apenas aqueles que comprassem carros da Tesla, parece que a companhia de Fremont está ativamente conversando com outras montadoras para que essa estrutura passe a ser compartilhada.

Essas conversar foram reveladas pelo CTO da marca, JB Straubel – o mesmo que anunciou que a Gigafactory da Tesla já está a todo vapor na produção de baterias para o Model 3 –, que afirmou que tanto a Tesla quanto as outras montadoras já estão buscando uma forma de fazer com que a estrutura também funcione com outros carros.

Um ponto, no entanto, precisa ser resolvido antes que isso aconteça: donos de Teslas já relatam que não é difícil encontrar postos de recarga lotados ao longo dos Estados Unidos – foi por isso que a companhia decidiu, inclusive, passar a cobrar pela recarga dos veículos, uma forma de ajudar na expansão da rede.

A intenção de outras marcas, como a Porsche, Mercedes-Benz e Audi, de produzirem seus postos de recarga também poderia ajudar se todas utilizassem o mesmo padrão e também adotassem a política de abertura – pelo menos assim a infraestrutura deixa de ser uma preocupação para a chegada definitiva dos elétricos ao mercado.

Cupons de desconto TecMundo: