Não é de hoje que muitas pessoas imaginam um futuro em que os cães possam se comunicar com os seres humanos através de algum sistema tecnológico.

Esses animais, além de serem ótimos companheiros, podem ser extremamente úteis, como os cães-guias para cegos, os cachorros farejadores utilizados pela polícia e pelo exército, os cães ajudantes de deficientes etc. Eles são muito mais do que amigos, porém verdadeiros assistentes em muitas situações.

Pensando nisso, Melody Jackson (cientista do Instituto de Tecnologia da Geórgia), tem equipado cachorros com vestes computadorizadas. Quando os donos dos cachorros estão em situações críticas, como um desmaio, o cachorro pode procurar outros humanos próximos e acionar um tipo de mensagem de auxílio – um áudio automático previamente gravado, com diferentes dizeres. As aplicações podem mudar, pois tudo depende do treinamento do cãozinho.

Além disso, o cachorro também pode fazer outras coisas com o equipamento, como disparar um alarme SOS com as coordenadas GPS quando necessário. Para um cão de resgate, esse recurso é especialmente interessante. No caso dos cães-guias para cegos, eles poderiam avisar por áudio o dono de um obstáculo localizado logo em frente. Veja a apresentação de Melody Jackson no TEDx (em inglês):

Essas pesquisas estão dentro do campo de interação entre computadores e animais, encabeçado pela cientista Jackson. Os bichos testados não se restringem exclusivamente aos cães, já que testes com golfinhos também têm sido realizados. Contudo, os cachorros são o principal foco, já que são seres bastante sociais e que estão acostumados em ajudar humanos.

Ainda em fase inicial

É necessário pontuar que a criação de tais equipamentos eletrônicos para os cachorros tem que estar dentro das próprias limitações dos cães, do que ele pode entender para ajudar o dono em tarefas específicas – não espere feedback elaborados. Jackson também desenvolveu um touchpad para os cachorros utilizarem em conjunto com a veste, basta que eles coloquem o focinho sobre o aparelho para receber um sinal diferente e se comunicar.

Os animais podem nos dizer as mais variadas coisas, desde que possuam o sistema e o equipamento corretos para tanto. As pesquisas de Melody Jackson têm muito chão pela frente, porém já são um vislumbre de um futuro não tão distante em que nos poderemos comunicar muito melhor com nossos bichinhos de estimação. Você gostaria de falar com o seu cãozinho através de um sistema computadorizado?  Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: