Cientistas da Universidade de Auckland, na Austrália, desenvolveram um teclado flexível e esticável a partir de um tipo de borracha conhecido como elastômero dielétrico. O dispositivo foi confeccionado em uma estrutura laminada quadrada, que você pode conferir na imagem acima, e que contém dois sensores arranjados em um ângulo de 90 graus.

Nove posições diferentes foram programadas no teclado, que usa o cruzamento das informações captadas pelos dois sensores para identificar o local em que a superfície está sendo tocada, como se fosse o ponto de interseção de um plano cartesiano. A criação foi anunciada no periódico Smart Materials and Structures, e os pesquisadores já estão conversando com uma companhia para transformar o material em componente de wearables e outras tecnologias que funcionam com toque.

De acordo com um Daniel Xu, um dos cientistas responsáveis pelo teclado flexível, um dos principais benefícios da invenção é que ela não passa de uma fina tira de borracha, então pode ser enrolada em qualquer objeto e transformá-lo em um teclado. “Isso também pode ajudar na captura de movimentos, o que pode ser útil para atletas, médicos e para novos controles de gestos interativos”, continua o pesquisador.

A equipe que desenvolveu o teclado chegou a utilizar video games para testar sua funcionalidade e, como parte de um projeto paralelo, criou até mesmo uma luva feita com o material para interagir com jogos de tiro.

Quais usos você consegue imaginar para um teclado flexível que pode ser acoplado em praticamente qualquer superfície? Comente no Fórum do TecMundo