Se dirigir à noite é uma experiência aterrorizante para você, talvez a Ford possa dar uma mãozinha para melhorar isso: a montadora norte-americana está desenvolvendo duas tecnologias de "iluminação inteligente" para seus veículos.

Embora essas funcionalidades não sejam exatamente uma novidade no mundo automotivo – BMW, Mercedes e Audi já utilizam sistemas parecidos em seus veículos –, a intenção da Ford é fazer com que elas sejam acessíveis para as pessoas.

Identificando placas e a estrada

A primeira dessas tecnologias é o "sistema avançado de iluminação dianteira baseado em câmera". Ela combina duas funções já existentes nos veículos da Ford: o farol adaptativo e o sistema de reconhecimento de sinais de trânsito.

A operação do sistema é por GPS e direciona dois faróis auxiliares móveis para iluminar curvas de rodovias e possíveis depressões de forma mais eficiente.

Caso o sinal do GPS não esteja disponível, uma câmera instalada na base do espelho retrovisor identifica as marcas na lateral da pista e também placas para se adaptar à direção da curva. Em casos como cruzamentos e rotatórias, os faróis auxiliares "abrem", ampliando a iluminação nestas situações.

Mais segurança para motoristas, pedestres e animais

Já o "Spot Lighting" usa uma câmera infravermelha montada na grade frontal do veículo para identificar até oito pessoas e/ou animais grandes simultaneamente. O sistema, então, aciona o farol auxiliar e também os destaca na tela do painel em uma caixa amarela ou vermelha, de acordo com a proximidade e nível de perigo.

Michael Koherr, engenheiro da Ford, diz que, graças à tecnologia, os motoristas podem ganhar de dois a três segundos para reagir a determinadas situações, como ciclistas, animais e pedestres andando nas laterais na pista.

Segunda a empresa, as duas funcionalidades serão disponibilizadas em breve, mas por enquanto estão sendo testadas pela Ford na Europa.

Cupons de desconto TecMundo: