Atualmente há duas formas de visão especial que são amplamente utilizadas pelas forças armadas em situações adversas de busca, resgate ou combate: a primeira é a visão noturna, que permite a um soldado enxergar o ambiente ao seu redor mesmo em lugares com pouca iluminação. A segunda é a visão térmica, que identifica fontes geradoras de calor como veículos, instalações, animais e seres humanos.

A questão é que, apesar de parecerem similares, as duas funcionam com sistemas completamente diferentes, e um combatente moderno precisa carregar dois conjuntos de equipamentos para usufruir delas. Isso afeta o peso total que este deve transportar, diminui a velocidade com que consegue rastrear um alvo, além de deixá-lo mais vulnerável em uma situação de combate caso seja preciso realizar a troca entre as visões, por exemplo.

Pensando nisso, a companhia de armamentos britânica BAE Systems anunciou ontem que desenvolveu e está aperfeiçoando um novo sistema óptico que alterna de modo rápido e prático entre os dois tipos de visão. Montado sobre o rifle, o sistema transmite as imagens que registra para o visor acoplado ao capacete do soldado via conexão Bluetooth. Basta pressionar um botão para que o aparato alterne entre um modo e outro.

O exército americano já fechou um contrato de cinco anos com a empresa para que esta continue a aperfeiçoar o conjunto óptico. Ainda não há preço ou data para que a tecnologia chegue ao mercado.

Cupons de desconto TecMundo: