(Fonte da imagem: Reprodução/NYTimes)

Como você já deve ter percebido, com o passar do tempo, o tamanho dos chips produzidos pelas empresas de tecnologia diminuiu consideravelmente. No entanto, uma companhia de Palo Alto, chamada Xerox, está produzindo componentes deste gênero que são extremamente pequenos — tanto que eles são conhecidos como “grãos de areia inteligentes”.

Esses produtos são chamados de Chiplets, sendo que eles são produzidos através de impressoras a laser e realmente são do tamanho de grãos de areia. No entanto, essas dimensões reduzidas não impedem que eles contem com um micro processador, um bit de memória e micro circuitos.

Impressora 3D é o futuro

Até o momento, os Chiplets podem ser utilizados em computadores de tamanhos extremamente reduzidos e que executem atividades bem simples. Contudo, com o uso de impressoras 3D, a produção desses chips pode ser melhorada, o que abre espaço para que eles sejam empregados de inúmeras maneiras.

Por conta disso, você pode vai ver, em um futuro breve, roupas e brinquedos inteligentes, todos eles “impulsionados” pelos Chiplets. Apesar de a ideia parecer bem bacana e contar com uma grande pesquisa por trás dela, vai demorar um pouco para que você veja essa tecnologia em ação, pois ela ainda precisa passar por diversas melhorias.