(Fonte da imagem: Divulgação/Huawei)

A Huawei parece estar com problemas. Informações descobertas pela agência Reuters dão conta de que a empresa esteve envolvida em uma venda não autorizada de equipamentos da HP para o Irã, em 2010. O negócio, que seria feito por uma subsidiária chamada Skycom, envolve US$ 1,7 milhão e não teria sido concluído.

A notícia foi revelada ontem, com a Huawei afirmando que a Skycom funciona apenas como uma parceira comercial. Hoje, porém, a Reuters veio a público com novas informações que indicam um relacionamento bem mais próximo entre as duas empresas, com ela sendo citada como subsidiária em documentos oficiais e até funcionários usando o nome Huawei-Skycom em seus perfis da rede social LinkedIn.

A relação vai ainda mais além. A diretora financeira da Huawei, Cathy Meng, seria controladora de outra subsidiária, que detinha participação majoritária nas ações da Skycom. A companhia continua afirmando sua distância e diz que as negociações com o Irã não infringem qualquer norma internacional ou tratado de negócios.

Cupons de desconto TecMundo: