O CST-01 e seu carregador (Fonte da imagem: Reprodução/Kickstarter)
O avanço tecnológico atual permitiu que as empresas colocassem as mais diferentes funções em objetos pequenos. Smartphones são uma boa prova disso, já que servem para fazer muito mais do que ligações ou mandar e receber mensagens.

Relógios também seguiram essa tendência e é possível encontrar hoje no mercado diferentes modelos com os mais variados recursos. Mas existem aqueles que também preferem utilizar a tecnologia para fazer o contrário — em vez de acrescentar muitas funções, criar algo o mais minimalista possível. E o CST-01 é um bom exemplo disso.

Componentes do CST-01 (Fonte da imagem: Reprodução/Kickstarter)

Composto por itens finos e flexíveis e pesando cerca de 12 gramas, este relógio apresenta apenas uma função: mostrar as horas. Seu display possui a tecnologia E-Ink e sua bateria é composta por uma microcélula de energia que pode ser recarregada em 10 minutos — os criadores ainda afirmam que é possível utilizar o relógio por um mês até a próxima recarga. 

Disponível em duas cores (preto e branco), o CST-01 já recebeu até o momento o apoio de quase 4 mil pessoas no Kickstarter e arrecadou mais de 500 mil dólares — valor que pode aumentar consideravelmente nas próximas semanas, já que o objetivo inicial dos criadores do relógio era o de arrecadar 200 mil e ainda faltam 35 dias para o projeto sair do ar.

O primeiro relógio de pulso mais fino do mundo

Apesar de inovador, o CST-01 não foi o único relógio a se destacar por ser fino. Na década de 70, o Delirium também chamou a atenção por ser ousado e compacto — ele possuía apenas 0,98 milímetros de espessura. 

O Delirium criado na década de 70 (Fonte da imagem: Reprodução/Cape Town Corp) 
No entanto, a tecnologia existente na época não permitia que o dispositivo fosse eletrônico, mas sim mecânico. O problema era que o Delirium não poderia ser usado: o revestimento corria o risco de dobrar quando o relógio fosse colocado no pulso. Além disso, poucos poderiam adquirir o dispositivo, que custava cerca de 15 mil dólares.

Cupons de desconto TecMundo: