Desenvolvido por David Braben, o computador open source de baixo custo batizado como Raspberry Pi será disponibilizado até o fim do ano para desenvolvedores interessados. Usando um chip baseado na arquitetura ARM, o dispositivo possui formato semelhante ao de um cartão de visitas e pode rodar algumas distribuições do sistema operacional Linux.

Segundo Braben, inicialmente serão fabricadas 10 mil unidades do kit de desenvolvimento do produto, com o objetivo de despertar a atenção de desenvolvedores de software. A versão para consumidores deve ser lançada em algum momento de 2012, com data ainda a ser determinada – quanto mais positiva a resposta dos desenvolvedores, mais cedo a máquina deve ser disponibilizada em larga escala.

Originalmente desenvolvido para lembrar um pendrive convencional, o Raspberry Pi vem equipado com diversas portas que permitem a conexão de mouse, teclado, televisão ou monitor (tanto analógicos quanto digitais). Além disso, o aparelho possui entrada ethernet e compatibilidade com cartões SD usados como método principal de armazenar dados.

Compre um, doe outro

Embora os detalhes ainda não estejam muito claros, os desenvolvedores afirmaram que planejam um modo de venda em que a cada dispositivo comprado o consumidor ganha outro de brinde. O público do Raspberry Pi são as crianças, com o objetivo de ensiná-las tanto o básico do mundo da computação quanto de introduzi-las ao mundo da programação de códigos.

(Fonte da imagem: Reprodução/YouTube)

Embora o dispositivo vá estar disponível para envio a qualquer lugar do mundo, a organização responsável pelo seu desenvolvimento pretende focar seus esforços no Reino Unido. “Nossa ambição é distribui-lo de forma gratuita para todas as escolas de ensino básico do país”, afirma Braben.

O inventor reconhece a competição representada pelos smartphones, mas afirma que essa não é uma grande preocupação. Como principal argumento, ele usa o fato de que a maioria das crianças do país não têm acesso a tais dispositivos, principalmente àquelas pertencentes às classes mais baixas.