Vamos ser sinceros: procurar vaga de estacionamento é um saco. Ninguém gosta de ficar rodando os lugares e enfrentando filas enormes em busca de um espaço para colocar seu veículo, sem contar as dores de cabeça quando alguém resolve cortar sua vez ou ocupa mais de uma vaga.

Foi pensando nisso que Marco Wu, presidente da Yee Fung Automation Technology, especializada em automação de processos, desenvolveu o Geta, uma espécie de "vallet" robotizado. É sério: a plataforma é orientada por um laser e desliza sob o veículo, suspendendo-o e levando-o até uma vaga disponível na garagem.

Os equipamentos serão todos interligados em um sistema que detecta e direciona para os espaços vagos. Tudo em apenas 2 minutos, ou seja, muito menos tempo do que você leva para surtar num domingo no shopping.

O mais bacana é que o Geta não precisa de trilhos ou nada parecido, pois possui mobilidade em 360 graus e pode calcular espaços melhor que um ser humano. "O robô manobrista foi criado para aumentar o espaço dos estacionamentos", explica Wu. Cada unidade do Geta custará US$ 150 mil, ou seja, aproximadamente R$ 490 mil.

Marco Wu ao lado de sua criação

O aumento de espaço é particularmente importante na China, que espera ter mais de 200 milhões de carros até 2020 de acordo com estimativas do Governo. De qualquer forma, Marco Wu explica que várias cidades se interessaram pela tecnologia, especialmente aquelas que estão lidando com falta de espaço para os carros, como é o caso de Londres e Cingapura.

Cupons de desconto TecMundo: