O futuro parece pertencer aos produtos inteligentes, que interpretam variáveis para funcionar de modo aperfeiçoado, sejam celulares, relógios, calçados, geladeiras ou o que mais você conseguir pensar. Como muito da tecnologia que usamos no dia a dia tem origem militar, não é de se estranhar que esse setor continuasse avançando no modelo smart. Armas inteligentes são realidade há algum tempo, mas, agora, chegamos a um novo patamar com balas capazes de fazer manobras e perseguir alvos em movimento – como se fosse um cheat dos games.

A munição que responde pelo nome de Extreme Accuracy Tasked Ordnance (EXACTO) – algo como Artilharia Encarregada de Precisão Extrema, em português – está em desenvolvimento há algum tempo pela DARPA e um vídeo de testes recente mostra que, mesmo sem estar finalizado, o produto funciona assustadoramente bem. No clipe publicado na última segunda-feira (27) no YouTube, a agência de defesa norte-americana coloca a eficiência do projétil à prova ao deixar que um sniper experiente e um usuário novato façam alguns disparos.

É possível observar que os tiros feitos pelo atirador de elite veterano vão bem na direção do alvo, mas assim que ele começa a andar, a bala muda a sua própria trajetória inicial para compensar a velocidade e a movimentação do objeto. Porém, o teste com o rifle nas mãos de um iniciante mostra porque o EXACTO é revolucionário, já que que o atirador de primeira viagem também dá conta de eliminar o inimigo em potencial – sem precisar dedicar centenas de horas de treino para acertar a mira e dominar a cadência da sua respiração.

A ideia é que essa munição inteligente possa ajudar os militares em incursões feitas em territórios hostis com clima desfavorável aos atiradores de longa distância, como campanhas no Afeganistão e outros locais nos quais ventania e nuvens de poeira são constantes e atrapalham os disparos. Segundo os engenheiros da DARPA, o fato de eles terem conseguido implementar a tecnologia em armas de calibre .50 é um avanço tecnológico que abre as portas para que o recurso seja implementado em todo tipo de projéteis.

Ao que parece, o equipamento mostrado pelo personagem Zorg em “O Quinto Elemento” (1997) não está tão longe de se tornar realidade. Só esperamos que uma versão da ZF-1 Gun do nosso mundo não seja vendida tão facilmente a grupos de mercenários. Curtiu a arma? Deixe sua opinião mais abaixo, na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: