Além do sucesso da Tesla, o ano de 2016 também deu muitos motivos para que Elon Musk comemorasse o crescimento de sua companhia de exploração comercial do espaço, a SpaceX. Pelo menos até o momento em que um de seus foguetes reutilizáveis Falcon 9 explodiu durante um teste de pré-lançamento por conta de uma falha no sistema de abastecimento. Agora, no entanto, a empresa voltou aos negócios e conseguiu concluir uma missão com direito a uma aterrissagem perfeita na volta à superfície terrestre.

O Falcon 9 decolou da base Vandenberg da Força Aérea estadunidense na Califórnia com uma carga de 10 satélites da empresa de comunicação wireless Iridium. Depois de cerca de 10 minutos, o primeiro estágio do foguete já havia voltado e pousado sem qualquer problema em um navio não tripulado chamado “Just Read the Instructions” (“Apenas Leia as Instruções”, em tradução livre).

Momento em que a Falcom 9 pousou no navio não tripulado

O lançamento, que aconteceu no último sábado (14), estava originalmente marcado para uma semana antes, mas teve que ser adiado por causa do clima e de conflitos com outras atividades agendadas na base. Os novos satélites são parte da iniciativa da Iridium de atualizar sua rede de comunicação. O vídeo completo com a decolagem e o pouso pode ser visto mais abaixo.

Ano cheio

A explosão de setembro do ano passado causou a perda não somente de um foguete, mas também destruiu sua carga – um satélite do Facebook que seria usado para enviar internet de banda larga para áreas rurais da África. A situação fez com que a SpaceX tivesse seu orçamento afetado e fosse forçada a esperar que a Federal Aviation Administration reautorizasse sua licença de transporte comercial espacial.

Mesmo com esse problema, relatórios financeiros divulgados pelo Wall Street Journal indicam que a companhia terá um ano cheio pela frente. Segundo a publicação, originalmente a SpaceX pretendia lançar 20 foguetes em 2016 e outros 27 no ano atual. Como a empresa só conseguiu enviar oito dos previstos para o ano passado, é provável que vejamos muitos outros entrando em ação nos próximos meses – incluindo alguns que já decolaram antes.

Cupons de desconto TecMundo: