Sem o lançamento de um novo iPad Air em 2015, o número de tablets da Apple comercializados no quarto trimestre caiu 24,8% com relação ao mesmo período do ano anterior. Ainda assim, a empresa de Cupertino tem motivos para comemorar, já que o iPad Pro conseguiu sozinho atingir um número de vendas maior do que o de toda a linha de dispositivos Surface da Microsoft. As informações são do IDC.

“Acreditamos que a Maçã vendeu pouco mais de 2 milhões de iPads Pro. Enquanto isso, a companhia de Redmond comercializou cerca de 1,6 milhão de aparelhos da família Surface, sendo a maioria deles o Surface Pro – e não o Surface 3, mais barato. Com esses resultados, fica claro que o preço não é o fator considerado mais importante na hora de adquirir um dispositivo destacável, mas sim a performance”, afirmou a consultoria.

Além disso, o IDC acredita que o fato de os consumidores estarem preferindo os dispositivos com teclados destacáveis no lugar dos tablets comuns representa oportunidades positivas para as grandes empresas da área, especialmente Apple e Microsoft. A Gigante das Buscas, por sua vez, terá dificuldades. “A investida recente da Google nesse espaço foi morna, já que a plataforma Android vai requerer mais refinamento para atingir um sucesso mensurável”, afirma.

Situação do mercado

A boas vendas do iPad Pro ajudaram a Maçã a se manter na posição de líder do mercado mundial de tablets no quarto trimestre de 2015, com uma fatia de 24,5%. A Samsung continuou em segundo lugar, com 13,7%, mas a Amazon teve um impressionante crescimento de 175,7% e fechou o período em terceiro com 7,9%. Outra empresa que subiu bastante foi a Huawei, com aumento de 124,6% e uma parcela de 3,4% dos aparelhos enviados para varejistas.

Qual tablet lançado no ano passado chamou mais a sua atenção? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: