(Fonte da imagem: Reprodução/IDC)

Analisando o primeiro trimestre de 2013 e o mesmo período de 2014, é possível dizer que o mercado de tablets em todo o mundo não está crescendo da maneira que as fabricantes desejavam. Segundo o instituto IDC, em escala global, o número de aparelhos entregues subiu apenas 3,9% nos dois períodos analisados — indo de 48,6 milhões no primeiro trimestre de 2013 para 50,4 milhões nos três primeiros meses de 2014.

No ranking das cinco maiores fabricantes do mundo, houve uma série de mudanças. A Apple continua na liderança do mercado internacional, mas viu 16,1% de suas vendas serem reduzidas — hoje, a fabricante norte-americana possui 32,5% do mercado. Na segunda colocação está a Samsung, com 22,3% dos aparelhos vendidos e tendo crescido 32% entre os dois anos.

A terceira colocação fica com a ASUS (5%), seguida de Lenovo (4,1%) e Amazon (1,9%). O mais interessante que podemos concluir desse Top 5 das fabricantes de tablets fica por conta da Microsoft, que deixou de figurar entre as maiores vendedoras de aparelhos do tipo. Segundo o instituto IDC (realizador do relatório no qual esta notícia foi baseada), no primeiro trimestre de 2014 a empresa teve menos de 1 milhão de tablets vendidos.

Outra análise inferida a partir dos dados emitidos pelo IDC é relacionado aos sistemas operacionais portáteis mais utilizados no mundo dos tablets. Enquanto o iOS da Apple está em 32,5% dos aparelhos vendidos no período analisado (ou seja, todos os iPads), o Android aparece em cerca de dois terços do mercado. Outros sistemas, como o Windows, dividem pequenas porcentagens.

Cupons de desconto TecMundo: