(Fonte da imagem: Netflix / Reprodução)

A locadora que você conhece, perto da sua casa, está prestes a mudar. O Netflix, serviço de streaming de filmes e seriados mais popular dos Estados Unidos, acaba de desembarcar no Brasil e traz consigo uma grande expectativa por parte do público brasileiro.

Embora serviços do gênero já não sejam mais uma novidade, já que o NetMovies e o NET NOW despontam como pioneiros no mercado nacional, o histórico de sucesso da empresa junto ao público norte-americano credencia o Netflix como um dos possíveis destaques do ano por aqui.

O Tecmundo conferiu de perto todas as novidades do serviço no Brasil. Inicialmente, o Netflix deve trabalhar no país apenas com transmissão online de conteúdo, não disponibilizando DVDs e Blu-rays para locação. Além disso, o acesso de conteúdo a partir de consoles como Nintendo Wii, Xbox 360 e Playstation 3 ainda é apenas uma promessa e deve aparecer em breve para os assinantes.

Aprovado

Preço

Para ter acesso ilimitado a todo o conteúdo disponibilizado pelo Netflix, o usuário deve pagar uma assinatura mensal no valor de R$ 14,99. Como promoção de lançamento, os primeiros 30 dias são gratuitos. Contudo, ainda assim é necessário dispor de um cartão de crédito para finalizar o cadastro.

Embora ainda não existam títulos recentes disponíveis, a expectativa é que esse problema seja solucionado em breve. Entretanto, a quantidade de filmes e seriados que podem ser vistos online ainda é satisfatória, sendo válida a cobrança inicial.

(Fonte da imagem: Netflix / Reprodução)

Organização das informações

Outro ponto positivo do sistema do Netflix é a maneira como ele organiza automaticamente as informações. Em vez de utilizar apenas a classificação tradicional, por gênero, é possível encontrar conteúdo a partir de tags como “cerebral” ou “animais falantes”, tornando a identificação mais rápida.

Ao assistir a um filme, o ponto em que você parou é salvo imediatamente. A identificação se dá por uma barra de loading, logo abaixo do pôster, indicando qual percentual do conteúdo foi visto até então. Os filmes vistos também ganham uma sessão específica e novas sugestões são exibidas de acordo com o perfil de conteúdo a que você assiste.

Qualidade de vídeo

Para quem não tem uma conexão de alta velocidade, assinar um serviço online de streaming de vídeo pode ser um verdadeiro tiro no pé. Porém, o sistema do Netflix consegue minimizar eventuais problemas em conexões mais lentas, embora seja recomendável um mínimo de 1 Mb de velocidade.

Os vídeos são previamente carregados, antes da execução, o que faz com que não ocorram travamentos durante a exibição. O tempo de espera varia, de acordo com a sua conexão. A qualidade de imagem é semelhante à de um DVD, mostrando-se satisfatória. Alguns títulos contam ainda com uma versão em HD.

(Fonte da imagem: Netflix / Reprodução)

Reprovado

Ausência de lançamentos

Apesar de não ter divulgado o número total de títulos disponíveis em seu acervo - cerca de 800 títulos, numa contagem informal -, basta uma pesquisa simples para perceber que o número de filmes e seriados no catálogo é satisfatório. Entretanto, chama atenção a ausência completa de lançamentos. Para se ter uma ideia, não há nem mesmo a possibilidade de ordenar o conteúdo dessa forma.

Em nossa pesquisa, notamos a ausência de filmes lançados em 2010 e 2011. Como a janela de lançamento entre cinema e home vídeo gira em torno de 3 a 6 meses, notar a falta de títulos lançados há mais de um ano é, sem dúvida, um grande ponto negativo do serviço.

(Fonte da imagem: Netflix / Reprodução)

Falta de informações

Conhecer mais sobre o filme a que você ainda vai assistir é fundamental. Infelizmente, no Netflix, faltam algumas informações básicas sobre o conteúdo disponibilizado. Os títulos contam com sinopse, pôster, classificação etária, gênero e tempo de duração.

Nem sempre há menção ao idioma do filme. Somente após clicar e aguardar o carregamento do vídeo é que você descobre quais são os áudios disponíveis, bem como se há ou não legendas. Uma grande parte do conteúdo pode ser vista apenas em versões dubladas.

Conta de usuário

Localizar algumas informações básicas em sua conta de usuário pode se tornar um verdadeiro martírio. Trocar a senha, por exemplo, é uma tarefa que requer pesquisa no FAQ do site, já que não há uma opção clara para isso.

Caso você tenha um imprevisto e se esqueça de sua senha, também não há uma opção na página inicial para recuperá-la. Será preciso descobrir um endereço de email na página de contato e torcer para que a sua mensagem seja respondida o mais breve possível.

(Fonte da imagem: Netflix / Reprodução)

Vale a pena?

A expectativa pela chegada do Netflix ao Brasil era grande. Líder absoluto nos Estados Unidos e responsável por mudar a forma como os usuários se relacionam com a locação de filmes e séries, mesmo em fase inicial por aqui era de se esperar um pouco mais do serviço.

Com preço competitivo e uma boa variedade de títulos no acervo, certamente o maior problema no início é a ausência de lançamentos, já que não no site não há nenhum filme dos últimos dois anos. O lançamento também parece ter sido feito às pressas, já que algumas seções do site parecem inacabadas ou com informações incompletas.

Com um grande potencial a ser explorado e capacidade para ir muito além do que oferta de início, o Netflix ainda se mostra um serviço tímido, decepcionando os usuários em um primeiro momento. Contudo, vale a pena ficar de olho em seu desenvolvimento nos próximos meses.

Cupons de desconto TecMundo: