A Vivo convidou o TecMundo para testar o seu novo serviço digital, o WatchMusic, lançado recentemente no Brasil. A plataforma conta com milhares de clipes musicais para os assinantes assistirem, uma seleção de shows de artistas nacionais e internacionais, além de alguns conteúdos exclusivos.

Existem uma série de artistas brasileiros — e vários internacionais — presentes no serviço

É interessante notar que, apesar de ser focado em música, o WatchMusic é essencialmente um streaming de vídeo. Contudo, você consegue ouvir apenas o áudio desses vídeos se quiser.

O app está disponível para smartphones e tablets Android ou iOS, mas há também a possibilidade de ver o conteúdo na TV. Infelizmente, isso vale apenas para aparelhos compatíveis com o AirPlay, da Apple. Por alguma razão, não há integração com o Chromecast.

O WatchMusic está sendo lançado inicialmente no Brasil, em uma parceria com o grupo Vivendi, que era dono da GVT até a aquisição da operadora paranaense pela Vivo. Por isso, existem uma série de artistas brasileiros — e vários internacionais — presentes no serviço. Veja uma lista com alguns:

  • Ivete Sangalo
  • Drake
  • Ariana Grande
  • Luan Santana
  • Sam Smith
  • Simone & Simaria
  • Zeca Pagodinho
  • Projota
  • Tiago Iorc
  • Jorge & Mateus
  • Gusttavo Lima

Dá para notar que os gêneros são bastante variados, e você pode perceber isso ainda mais navegando pelo próprio app. Existe inclusive a possibilidade de favoritar alguns desses artistas para ter acesso mais rápido aos conteúdos deles. Você arrasta o dedo da esquerda para a direita a partir da borda da tela e vê uma lista com eles e outras opções.

O app

A tela inicial do app tem três seções: Descobrir, Explorar e Artistas. Na primeira, você vê uma série de recomendações de coisas a que você pode assistir. Hoje mesmo (20), tem um show ao vivo da Paula Fernandes sendo transmitido no app direto de Porto Alegre. A segunda seção, entretanto, é a mais interessante e na qual você provavelmente passará a maior parte do seu tempo.

Nela, é possível encontrar todos os vídeos em destaque, o que inclui clipes musicais, shows e o conteúdo exclusivo (séries Moments e Premiere). Dá para ver também algumas playlists montadas especialmente para a audiência brasileira, além de várias outras focadas em diferentes gostos musicais. Naturalmente, a parte Artistas traz os vídeos de cada cantor ou banda, os quais podem ser favoritados por você com apenas um toque.

O WatchMusic cobra uma assinatura mensal de R$ 12,90, sendo os primeiros 30 dias de uso gratuitos. Há também uma versão semanal por R$ 3,99. Só clientes Vivo Móvel podem assinar o serviço, e os valores são descontados do saldo de créditos do usuário (pré-pago) ou vêm especificados na fatura mensal (pós-pago e controle).

Nossa opinião

Em nossos testes com o WatchMusic, descobrimos várias ferramentas que podem tornar o app muito interessante para o dia a dia do fanático por música. Para começo de conversa, dá para baixar qualquer vídeo para ver offline, quando você não tiver conexão com a web disponível.

Dá para baixar qualquer vídeo para ver offline

Isso pode ser bem interessante para quando você se prepara para uma viagem e quer ter conteúdo musical para ficar entretido por algumas boas horas. Baixar um ou dois shows em alta qualidade pode ser o suficiente para ocupar sua mente durante um voo do Sul ao Nordeste, por exemplo.

Outro recurso legal é a possibilidade de criar listas de reprodução com seu próprio gosto. Assim, dá para fazer aquela festinha em casa com bom som e clipes legais passando na sua TV, o que pode ser mais divertido do que deixar uma playlist de áudio comum tocando em algum aparelho em um canto.

Infelizmente, isso só é possível no iOS e com TVs compatíveis com o AirPlay. Contraditoriamente, não há suporte para o imensamente mais popular Chromecast, que funciona tanto no Android quanto no iOS. Essa é a maior falha no app em si.

A maior falha no app em si é não ter suporte para o Chromecast

A Vivo afirma que é possível deixar o WatchMusic tocando em plano de fundo enquanto você usa outros apps, mas isso não funcionou em nossos testes. O app ainda travou diversas vezes e demorou a carregar em algumas oportunidades quando usamos um smartphone com Android 7.1.

Chama atenção também o fato de você poder receber notificações quando um de seus artistas favoritos lança algum clipe ou show novo na plataforma. Para isso, você tem que marcar os seus preferidos com um pino, que aparece na seção “Artistas”.

Catálogo

O catálogo, por sua vez, é bem interessante, mas o WatchMusic precisa melhorar muito isso, pois o seu maior concorrente, o YouTube, tem uma lista interminável de artistas e videoclipes para as pessoas verem de graça. Se o app quer cobrar uma assinatura, terá que oferecer vantagens a mais do que o serviço da Google.

A verdade, entretanto, é que o WatchMusic tenta. Há duas áreas de conteúdo original, e o app conta com shows inteiros sem propaganda em parte alguma. Ele também pode fazer transmissões ao vivo, permitindo aos clientes verem seus artistas em grandes shows no momento em que a coisa toda está acontecendo.

Contudo, nada disso ainda está acontecendo em grande quantidade. Os originais têm menos de uma dúzia de episódios ou títulos, por exemplo. Há pouquíssimos shows adicionados até o momento, e todos os clipes (que são muitos) podem ser encontrados no YouTube facilmente.

Por fim, ainda faltam alguns artistas brasileiros e estrangeiros famosos na plataforma. Nós pesquisamos Capital Inicial, Adele e alguns outros, mas nenhum resultado foi encontrado. Com tudo isso, ficou claro que estamos diante de um serviço ainda bem novo e que precisa evoluir um pouco em conteúdo para ser realmente atraente para o consumidor. Mesmo assim, vale a pena fazer um teste com ele durante o período gratuito para ver se o WatchMusic é ou não para você.

Cupons de desconto TecMundo: