(Fonte da imagem: Reprodução/NBC Bay Area)

Kariem McFarlin, o homem que assaltou a casa de Steve Jobs em julho de 2012, foi condenado a sete anos de prisão nos Estados Unidos. Durante o roubo, o rapaz de 35 anos levou iPads, iPods, um Mac Mini exclusivo do executivo e até mesmo uma Apple TV, entre outros objetos de valor. Além disso, ele invadiu e saqueou outras casas vizinhas a do cofundador da Apple.

A execução do roubo foi facilitada pelo fato de que a residência estava passando por reformas, portanto não havia ninguém da família por perto que pudesse notar a movimentação estranha. A casa de Jobs fica localizada em Palo Alto, uma cidade localizada no estado da Califórnia, no condado de Santa Clara.

Prisão e condenação

A prisão pôde ser feita porque o ladrão tentou se conectar ao iTunes utilizando um dos aparelhos roubados. A polícia local rastreou o acesso e chegou até McFarlin, que já havia dado de presente alguns dos dispositivos furtados para os seus amigos. Nesta semana, a justiça julgou o criminoso e o condenou a 7 anos de prisão.

Depois de ter sido preso, McFarlin teve uma crise de consciência e escreveu uma carta para Laurene Powell, viúva de Jobs. A polícia constatou que a invasão do imóvel não foi premeditada, mas que o ladrão percebeu que se tratava na casa de Steve Jobs quando começou andar pelos cômodos.

Cupons de desconto TecMundo: