De acordo com o site da Variety, Tom Rothman é o novo presidente de conselho da Sony Pictures, a mais alta instância decisória da companhia. Ele substitui Amy Pascal, que aparentemente foi responsabilizada pelo embaraço que o ataque hacker de novembro de 2014 causou à companhia.

Desde 2013, Rothman estava liderando a TriStar Production, da própria Sony, e, antes disso, exerceu vários cargos de presidência no Fox Filmed Entertainment, pelo qual supervisionou dois dos maiores blockbusters de Hollywood, "Titanic" e "Avatar".

Em sua gestão, a Fox obteve US$ 40 bilhões em bilheteria, e seus filmes tiveram 150 indicações para o Oscar. Para o site The Verge, isso significa que a Sony Pictures vai perseguir filmes blockbusters com orçamentos mais restritos possíveis, fazendo a companhia dar lucros novamente.

Amy Pascal, por sua vez, tinha mais um perfil de correr riscos em nome da criatividade. Deu certo com "A Rede Social" e "A Hora Mais Escura", mas "O Ataque", "Depois da Terra" e os dois "O Espetacular Homem-Aranha" fracassaram economicamente.

Apesar de estarem em cargos de destaque durante o ataque hacker, Michael De Luca, presidente de produção, Doug Belgrad, presidente de filmes, e Michael Lynton, presidente-executivo da Sony Pictures, foram mantidos na empresa.

Cupons de desconto TecMundo: