Tiragens limitadas, apesar da bela aparência, nem sempre contam com softwares de ponta.
(Fonte da imagem: Sony Smartphones)

A Sony lançou nessa sexta-feira, dia 23, uma edição limitada a 15 unidades do Xperia P, modelo inaugurado neste ano e concorrente direto do Samsung Galaxy S2. As configurações de software do celular continuam as mesmas, e o diferencial deste projeto é meramente estético: banhada a ouro de 24 quilates, a carcaça dourada do Xperia P logo salta aos olhos, enfatizando o design único deste acessório de luxo.

Em setembro, o Tecmundo fez uma análise caprichada do aparelho: apesar do acabamento elegante e da praticidade de uso, o Xperia P não é um top de linha não apenas por não primar pela qualidade na exibição de imagens em alta resolução; este celular não incluiu o Ice Cream Sandwich originalmente, não permitindo a execução de programas e jogos mais recentes. É possível, no entanto, atualizar o aparelho e instalar o ICS, hoje.

A regra básica das tiragens limitadas

Essa falta de atualização e a impossibilidade de upgrades no software e hardware do Xperia P são características comuns nesses tipos de projetos. “A regra fundamental das personalizações de tiragens limitadas é que as versões finais dos aparelhos nunca contam com dispositivos verdadeiramente elevados, tops de linha”, diz Jon Fingas, crítico do Engadget. (Fonte da imagem: Sony Smartphones)

Algumas unidades do Xperia P vão ser distribuídas às pessoas que se cadastrarem no Facebook da Sony Mobile. Se você quer concorrer a um destes celulares de carcaça reluzente, basta clicar neste link.

Cupons de desconto TecMundo: