Chrome OS Flex: quais as limitações em relação ao Windows 11

4 min de leitura
Imagem de: Chrome OS Flex: quais as limitações em relação ao Windows 11
Imagem: Divulgação
Avatar do autor

O Chrome OS Flex é um sistema operacional da Google voltado para quem quer o básico para acessar a internet e realizar tarefas do dia a dia. Disponível gratuitamente para download, a solução conta com uma série de aplicativos nativos da empresa, e não traz compatibilidades com softwares mais comuns no ecossistema Windows.

Quando comparado com o Windows 11, atual sistema da Microsoft, os problemas são maiores, e o Chrome OS Flex acaba se mostrando bastante limitado tanto em relação a recursos, como a compatibilidade com aplicativos do dia a dia. Ao mesmo tempo em que se mostra uma boa opção para quem possui um computador mais modesto, a falta de recursos pode atrapalhar usuários mais experientes.

Abaixo, o TecMundo traz uma lista que compara diversos aspectos entre o Chrome OS Flex e o Windows 11. Confira alguns detalhes para levar em conta antes de baixar o sistema do Google.

Menos aplicativos

Enquanto o Windows 11 traz uma ampla compatibilidade com os softwares que funcionam no Windows 10, o mesmo não podemos dizer do Chrome OS Flex. O sistema operacional do Google conta com um leque bem limitado de aplicativos, rodando apenas os apps nativos da empresa.

Adobe PhotoshopAdobe PhotoshopFonte:  Reprodução / TecMundo 

Sendo assim, aqueles usuários que utilizam programas profissionais como Adobe Photoshop, Adobe Premiere, ou até outros mais comuns, como o Microsoft Office e o Skype, terão que optar por um outro sistema operacional para rodar seus aplicativos.

Experiência focada no Chrome

Como dito anteriormente, o Chrome OS Flex é focado em aplicativos nativos do Google. Com isso, será necessário fazer uma migração de quem usa os softwares comuns no Windows, ou ter que recorrer às versões web, que rodam em navegadores com limitações.

One DriveOne DriveFonte:  Divulgação / Microsoft 

Por exemplo, quem tem o costume de usar o pacote Office da Microsoft, terá que usar a versão para navegadores, ou ter que migrar para o Google Docs, conjunto de ferramentas similares para edição de textos, planilhas, apresentações, etc. E para quem usa o serviço One Drive para armazenamento em nuvem, terá que mudar para o Google Drive, que possui até mesmo um app nativo no sistema.

Limitações para games

Para quem costuma jogar no PC, o Chrome OS Flex não é um sistema recomendado. Primeiro, que ele não possui a mesma compatibilidade que o Windows 11 para que esses softwares sejam executados. Outro problema é que as principais lojas virtuais, como Steam, Epic Games Store e Battle.net, não possuem versões para o sistema do Google.

FortniteFortniteFonte:  Divulgação / Epic 

A única forma é recorrer a games que rodam em navegadores ou via nuvem. Fortnite, por exemplo, recentemente ganhou uma versão para o serviço Xbox Cloud, onde é possível jogar o game pelo navegador e totalmente de graça. Entretanto, ainda assim, é preciso que o PC tenha um hardware compatível para reproduzir o jogo na sua versão na nuvem.

Compatibilidade

Outro problema do Chrome OS Flex em relação ao Windows 11 é a compatibilidade com certos acessórios e periféricos. O sistema do Google, embora possa ser instalado em notebooks e PCs mais antigos, pode não reconhecer leitores de CD/DVD e alguns dispositivos de armazenamento externo, como pendrives e HDs.

Leitor de DVDLeitor de DVDFonte:  Shopee 

Quando instalado em Macs, o problema também pode acontecer. Em alguns casos até mesmo o trackpad não é reconhecido pelo sistema, sendo necessário recorrer a acessórios comuns para utilizá-lo corretamente. Logo, vale a pena consultar a lista de PCs recomendados para o Chrome OS Flex antes de realizar qualquer instalação.

Sem apps Android

Embora seja desenvolvido e distribuído pelo Google, o Chrome OS Flex curiosamente não possui compatibilidade com aplicativos Android. Enquanto o próprio Windows 11 está implementando suporte para os softwares do sistema móvel, o Chrome não conta nem mesmo com uma versão da Play Store.

Google Play StoreGoogle Play StoreFonte:  Reprodução / TecMundo 

Sendo assim, o jeito é ter que se contentar com os poucos e limitados softwares nativos que o Chrome OS Flex oferece, e torcer para que novos apps sejam adicionados em futuras atualizações.

Mas e as vantagens do Chrome OS Flex?

Embora o Windows 11 tenha muito mais vantagens em relação ao Chrome OS Flex, o sistema operacional do Google tem os seus pontos positivos. O primeiro deles é ser totalmente gratuito, sem a necessidade de uma chave de ativação ou um plano de assinatura.

Chrome OS FlexChrome OS FlexFonte:  Divulgação 

E a outra, e talvez principal, vantagem é a de ser extremamente leve para PCs mais antigos. O Windows 11 traz uma série de recursos que necessitam de um bom hardware para rodar o sistema com as especificações mínimas. Já o Chrome OS Flex não exige processadores e placas de vídeos poderosos para fazer as funções mais básicas.

Sendo assim, podemos concluir que enquanto o Windows 11 ainda é o sistema operacional padrão e tende a continuar sendo o mais usado no mundo. Já o Chrome OS Flex é uma excelente alternativa para quem possui um PC modesto e quer realizar tarefas básicas do dia a dia.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.