Windows Server corrige bugs na área de trabalho remota

1 min de leitura
Imagem de: Windows Server corrige bugs na área de trabalho remota
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

A Microsoft disponibilizou na terça-feira (4) uma importante atualização de emergência para o Windows Server. O update chega para corrigir bugs que podem causar problemas de conexão e desempenho na área remota do sistema operacional para servidores.

Conforme a gigante de Redmond, as falhas em questão podem levar o Windows Server a apresentar tela preta, problemas no início de sessão e lentidão geral. Além disso, existe a possibilidade de o administrador não conseguir acessar o servidor e de, em algumas circunstâncias, o software parar de responder.

Esses bugs afetam as versões Windows Server 2022, Windows Server 2019, Windows Server 2016 e Windows Server 2012 R2. Inicialmente, a atualização fora de banda não estava disponível para todas elas, com as edições 2022 e 2016 sendo as primeiras a receber os pacotes específicos, mas agora as correções já atendem a todas.

Baseado na arquitetura NT, o sistema operacional é direcionado ao uso em servidores.Baseado na arquitetura NT, o sistema operacional é direcionado ao uso em servidores.Fonte:  Microsoft/Divulgação 

Vale destacar que a atualização fora de banda, como a disponibilizada aqui, costuma incluir correções e melhorias lançadas fora do calendário oficial do sistema operacional. Dessa forma, as compilações não chegam ao usuário por meio da ferramenta Windows Update, devendo ser baixadas e instaladas manualmente.

Como baixar e instalar a atualização

Para ter acesso à atualização de emergência do Windows Server, é necessário efetuar o download e a instalação manual do pacote de arquivos, como informado anteriormente. O usuário pode baixá-los no catálogo do Microsoft Update e importar as compilações para o Windows Server Update Services (WSUS) manualmente.

As instruções sobre como baixar os arquivos e instalar a atualização do Windows Server estão disponíveis nesta página da Microsoft (clique no link referente à versão do sistema utilizada). Cabe ressaltar que não é necessário fazer o download de patches anteriores do software, pois os pacotes são cumulativos.