Qualcomm: transição de PCs Windows para Arm 'é inevitável', diz CEO

1 min de leitura
Imagem de: Qualcomm: transição de PCs Windows para Arm 'é inevitável', diz CEO
Imagem: Shutterstock/Reprodução
Avatar do autor

Visando atender a crescente demanda pelos espaços virtuais, cada vez mais conectados a soluções em nuvem e presentes no cotidiano moderno, a Qualcomm anunciou uma série de novidades na Consumer Electronics Show (CES) 2022. Porém, algumas surpresas foram antecipadas, como é o caso das novas plataformas computacionais Snapdragon 7c+ Gen 3 e Snapdragon 8cx Gen 3 — que devem expandir ainda mais o alcance e suporte do Windows para a arquitetura Arm.

Mais especificamente, o Snapdragon 8cx Gen 3 foi desenvolvido para entregar um desempenho de ponta nas linhas premium de notebooks e laptops ultrafinos, que não costumam possuir soluções mecânicas de arrefecimento — como os tradicionais ventiladores. Por outro lado, o Snapdragon 7c+ Gen 3 reforçará os sistemas de entrada, dispondo de funções avançadas de inteligência artificial e uma conexão aprimorada às frequências de sinal 5G.

Em números, as soluções chegam a representar um avanço de até 85% no desempenho oferecido e até 60% na eficiência energética contra as arquiteturas x86 concorrentes, em relação à geração passada. As melhorias podem ser observadas em sua maior forma na Snapdragon 8cx Gen 3, mais poderosa e robusta, que também se destaca pela estreia da litografia de 5 nm em plataformas Windows.

Principais características da plataforma computacional plataformas computacionais "Snapdragon 8cx Gen 3". (Fonte: Qualcomm / Reprodução)Principais características da plataforma computacional plataformas computacionais "Snapdragon 8cx Gen 3". (Fonte: Qualcomm / Reprodução)Fonte:  Qualcomm 

Durante a apresentação da Qualcomm na CES 2022, o CEO da empresa Cristiano Amon foi pontual sobre a importância das soluções apresentadas antecipadamente: "Eu sei que havia muito ceticismo sobre a transição do PC para o Arm — mas está acontecendo, é inevitável", afirmou.

O ousado comentário foi compartilhado logo após Amon confirmar que há, pelo menos, cerca de 200 empresas testando ou implementando o Windows em dispositivos com o Snapdragon — destacando a Black Veatch, C Spire, Cisco, Lenovo, Verizon e T-Mobile.