Windows 11: Microsoft oferece prévia em máquinas virtuais Azure

1 min de leitura
Imagem de: Windows 11: Microsoft oferece prévia em máquinas virtuais Azure
Imagem: Microsoft/Divulgação
Avatar do autor

A partir desta semana, os clientes da Microsoft poderão experimentar a prévia do Windows 11 pelo serviço de Área de Trabalho Virtual do Azure. Os interessados realizam o teste através da virtualização do sistema operacional.

“Hoje, os clientes da Área de Trabalho Virtual usam o Windows 10, Windows 7, Windows Server. Agora, temos o prazer de oferecer o Windows 11 nas máquinas virtuais do Azure”, disse Kam VedBrat, gerente geral do Windows Virtual Desktop.

A Área de Trabalho do Azure é um serviço de virtualização da Microsoft.A Área de Trabalho do Azure é um serviço de virtualização da Microsoft.Fonte:  Microsoft/Divulgação 

Como usar a virtualização do Windows 11 no Azure

Para conhecer a prévia do Windows 11 na Área de Trabalho Virtual do Azure é necessário se cadastrar no Programa Windows Insider. Todos os clientes Enterprise e Education têm acesso imediato ao teste.

Os usuários podem escolher entre três opções: Enterprise Individual, Enterprise Multisessão e Enterprise Multisessão com Microsoft 365. As duas últimas modalidades otimizam custos ao permitir o acesso de vários usuários a uma única máquina virtual.

Além disso, a virtualização usa a ferramenta Trusted Launch para habilitar o TPM 2.0 e realizar a inicialização segura como parte da configuração da máquina virtual. Isso possibilita que os clientes usem os recursos de segurança do novo sistema operacional.

Serviço de virtualização também traz suporte a diferentes GPUs.Serviço de virtualização também traz suporte a diferentes GPUs.Fonte:  Microsoft/Divulgação 

O que é a Área de Trabalho Virtual do Azure?

A Área de Trabalho Virtual do Azure é um serviço de virtualização baseado na nuvem que permite acessar máquinas virtuais com Windows pela internet. O aplicativo é compatível com Windows, Mac, iOS, Android e HTML5.

Mais do que oferecer uma experiência idêntica a de um PC local, a virtualização do Azure traz suporte a diferentes placas de vídeo (GPU). Assim, o usuário tem acesso a gráficos de alta resolução e outras melhorias de interface.

A plataforma foi lançada em setembro de 2018 com o nome Área de Trabalho Virtual do Windows. Em junho deste ano, a Microsoft rebatizou o serviço como Área de Trabalho Virtual do Azure.