Binance: maior exchange de criptomoedas é banida do Reino Unido

1 min de leitura
Imagem de: Binance: maior exchange de criptomoedas é banida do Reino Unido
Imagem: Binance/Reprodução
Avatar do autor

A Binance, maior corretora de criptomoedas do mundo, foi proibida de operar no Reino Unido pelo órgão regulador local, conforme comunicado divulgado no sábado (26). Fundada em 2017, a empresa tem sido alvo de autoridades financeiras de vários países nos últimos meses.

Em nota, a Autoridade de Conduta Financeira da Grã-Bretanha (FCA) afirmou que a Binance Markets Limited, divisão britânica da exchange, “não possui permissão para realizar qualquer atividade regulamentada no Reino Unido”. A entidade também fez um alerta aos consumidores.

De acordo com a FCA, os britânicos que investirem em produtos derivados das moedas digitais não terão garantias legais “se as coisas derem errado”. O órgão também pediu cuidado com ofertas de investimentos em criptomoedas com promessa de retornos que “parecem bons demais para ser verdade”.

O mercado de criptomoedas tem sido alvo de vários reguladores em todo o mundo.O mercado de criptomoedas tem sido alvo de vários reguladores em todo o mundo.Fonte:  Pixabay 

Apesar das restrições, a Binance continua a oferecer produtos e serviços a clientes britânicos por meio do seu site internacional. Por conta disso, a autoridade reguladora determinou que a plataforma adicione um aviso na página, direcionado aos usuários do Reino Unido, indicando a proibição de atividade no país.

Mais problemas

As atividades da corretora de bitcoins e demais criptomoedas também estão no radar dos reguladores de outros países, entre os quais o Brasil. Em março, a exchange foi alvo de uma ação pública de responsabilidade do Ministério Público Federal, a pedido da Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto).

Estados Unidos, Alemanha e Japão são alguns dos outros mercados nos quais a plataforma tem enfrentado dificuldades. Na maioria dos casos, os problemas são relacionados aos produtos derivados, já que o acesso às moedas digitais não é uma atividade regulamentada.

Resposta da Binance

Sobre o caso britânico, um porta-voz da Binance disse à CNBC que o alerta dos reguladores não impacta os serviços prestados no site da empresa. O representante também comentou que a corretora tem levado a sério as exigências da FCA.

"O aviso da FCA UK não tem impacto direto sobre os serviços prestados em Binance.com. Nosso relacionamento com os usuários não mudou", explica a companhia. "Adotamos uma abordagem colaborativa ao trabalhar com os reguladores e levamos muito a sério nossas obrigações de conformidade. Estamos ativamente nos mantendo atualizados com as mudanças de políticas, regras e leis neste novo espaço."

Binance: maior exchange de criptomoedas é banida do Reino Unido