Microsoft anuncia que GPT-3 vai 'escrever' códigos de programação

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft anuncia que GPT-3 vai 'escrever' códigos de programação
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

A Microsoft anunciou, durante o evento Microsoft Build, nesta terça-feira (25), que o modelo de linguagem natural GPT-3 será integrado ao Power Apps. Essa será a primeira aplicação comercial da tecnologia.

De acordo com a empresa, a ferramenta ajudará os usuários do Power Apps a desenvolver aplicativos mesmo que eles saibam pouco sobre como escrever códigos e linguagens de programação.

Como exemplo, a gigante da tecnologia explicou que as pessoas poderão construir um aplicativo de e-commerce para descrever uma meta de programação usando uma linguagem conversacional do tipo "encontrar produtos onde o nome começa com 'crianças'". A expectativa da Microsoft é que o recurso resolva necessidades corporativas através de programas como o Azure.

AzureMicrosoft Azure

"Usar um modelo de IA avançado como esse pode ajudar nossas ferramentas de low-code a se tornarem ainda mais amplamente disponíveis para um público maior, tornando-se verdadeiramente o que chamamos de no-code", afirmou Charles Lamanna, vice-presidente da plataforma de aplicativos de low-code da companhia.

No evento, a Microsoft pontuou que os novos recursos não substituem a necessidade de uma pessoa entender o código que está sendo implementado. Contudo, a ferramenta ajudará pessoas que estão aprendendo a linguagem de programação Power Fx a encontrar as fórmulas corretas para obter os melhores resultados, por exemplo.

Além disso, com a ajuda do GPT-3 os usuários poderão obter resultados parecidos com linguagens mais complexas apenas utilizando linguagem simples. Os recursos estarão disponíveis somente na língua inglesa, por enquanto, a partir do final de junho na América do Norte.

Sobre o GPT-3

O modelo de linguagem natural GPT-3 foi desenvolvido pela OpenAI, uma instituição sem fins lucrativos que promove pesquisas e o desenvolvimento de ferramentas de Inteligência Artificial. Considerada a melhor ferramenta de IA do mundo, a licença de uso do GPT-3 foi adquirida pela Microsoft no ano passado.

Também em 2020, a OpenAI lançou uma API baseada no Azure que permitiu aos desenvolvedores explorarem vários recursos da tecnologia. Desde então, a plataforma tem sido utilizada para funções como escrever poesias, publicações no Twitter, gerar artigos, resumir e-mails, responder questionamentos simples e até gerar códigos de programação.

"Acreditamos que existe um monte de outras coisas que o GPT-3 é capaz de fazer. É uma nova tecnologia fundamental que ilumina uma tonelada de novas possibilidades e esta é a primeira luz entrando em produção", disse Eric Boyd, vice-presidente corporativo da Microsoft para Azure.

Microsoft anuncia que GPT-3 vai 'escrever' códigos de programação