Memórias: novo recurso do Google Chrome dá turbinada no histórico

1 min de leitura
Imagem de: Memórias: novo recurso do Google Chrome dá turbinada no histórico
Imagem: Pplware/Sapo
Avatar do autor

Quem navega regularmente pelo Google Chrome sabe que, às vezes, a tarefa de buscar algum site específico que já salvamos, colocamos  nos Favoritos ou vimos em algum lugar torna-se meio complicada, mesmo com a visão geral do Histórico, disponível no menu flutuante no canto superior direito da interface.

Quando você acessa essa opção, só vai conseguir obter uma visão cronológica de todos os sites que visitou, sem levar em conta que a página já esteja aberta, ou em Favoritos. Porém, um novo recurso em testes pelo navegador promete levar em consideração essas particularidades e exibi-las em forma de cartões dos sites que foram visitados ao longo do tempo.

Chamado de “Memórias”, o recurso já está disponível no Google Chrome Canary, a primeira instância de testes do navegador, e faz parte, segundo o site TechDows, da última versão em desenvolvimento do Chrome 92. O objetivo é simplificar a forma de apresentação das informações, tornando a pesquisa mais simples e de fácil identificação.

Fonte: TechDows/ReproduçãoFonte: TechDows/ReproduçãoFonte:  TechDows 

Como faço para ativar o recurso Memórias agora?

Quem tiver curiosidade para testar a novidade, precisa ter instalada a última versão do Chrome Canary, e saber que, por se tratar de teste por enquanto disponível apenas para desktop, podem ocorrer inconsistências. No entanto, o Google Chrome já reservou a tag “Memories” para ativar a funcionalidade.

Para acessar, basta digitar chrome://memories na barra de endereços. Depois de entrar, você irá visualizar uma página muito parecida com a visão geral do histórico atual, mas totalmente direcionada na pesquisa. Ela recomenda alguns termos que você pode estar procurando e fornece uma pequena seleção do seu histórico do Chrome. A ideia é fornecer resultados mais relevantes antes que você precise mergulhar na sua história de navegação.

Conforme a descrição, a sinalização em testes logo deverá estar disponível para Mac, Windows, Linux, Chrome OS e Android.

Memórias: novo recurso do Google Chrome dá turbinada no histórico