Ubuntu: saiba como começar a usar

3 min de leitura
Imagem de: Ubuntu: saiba como começar a usar
Imagem: Canonical
Avatar do autor

O sistema operacional é um programa responsável pela integração de componentes de hardware (placa de vídeo, placa-mãe, memória) e softwares (aplicações, programas, jogos), fornecendo a interface entre o computador e o usuário.

O que é Ubuntu?

O Ubuntu é uma das distribuições Linux mais conhecidas, que oferece uma interface amigável e bom desempenho mesmo em PCs de entrada. Diferentemente de sistemas como Windows e macOS, que têm versões, no mundo Linux as distribuições são opções distintas com características únicas e desenvolvedores variados, que ainda assim derivam de uma mesma base ou kernel.

Desenvolvido pela Canonical, o Ubuntu pode ser baixado gratuitamente no site da empresa. Após o download, é possível utilizar a ISO para apenas reproduzir o sistema, instalar em partição única ou até mesmo junto ao Windows, permitindo a escolha de qual sistema deve ser utilizado ao iniciar o computador.

Como obter o Ubuntu?

Depois de fazer o download do arquivo, é preciso realizar a instalação por meio de uma mídia (DVD ou disco removível) utilizando algum dispositivo para habilitar o modo boot do computador.

Ao fazer a instalação, é interessante utilizar um cabo de rede conectado ao dispositivo, pois pode ser necessário o software realizar o download de algumas atualizações de aplicativos e drivers. O Ubuntu pode ser instalado em uma segunda partição do HD ou mesmo em uma máquina virtual para experimentar o OS.

Página de download do Ubuntu oferece arquivo .iso do sistema.Página de download do Ubuntu oferece arquivo .iso do sistema.Fonte:  Reprodução/Fernando Sousa 

Migrando do Windows

É importante observar que o Ubuntu é um sistema bem diferente do Windows, o que faz que os softwares que você já conhece no sistema da Microsoft não funcionem na distribuição Linux. Evidentemente, o Ubuntu conta com aplicações que oferecem as mesmas propostas dos softwares mais utilizados em outros sistemas, mas em alternativas gratuitas que podem não entregar todos os recursos de programas conhecidos.

Em contrapartida, a tendência é de que mesmo em computadores modestos o Ubuntu desempenhe muito melhor que as versões mais modernas do Windows, já que se trata de um sistema mais leve, que exige menos do hardware.

Desktop do Ubuntu tem visual elegante e minimalista.Desktop do Ubuntu tem visual elegante e minimalista.Fonte:  Reprodução/Pixabay 

Como usar Linux

O Ubuntu é bem receptivo a quem nunca utilizou uma distribuição Linux e permite que muitas funções sejam habilitadas e desabilitadas por meio de uma interface gráfica, deixando um pouco de lado o temido terminal, uma ferramenta avançada que exige a inserção de códigos de comando. A instalação de programas, por exemplo, pode ser realizada por meio da Ubuntu Software Center, que funciona como um repositório de programas — algo como a Microsoft Store no Windows.

A interface visual do Ubuntu deve agradar aos novos usuários, uma vez que tem um design bem atraente e moderno. A navegação em arquivos e pastas e na internet tende a oferecer uma experiência similar, sendo inclusive possível utilizar softwares conhecidos, como Firefox ou mesmo o navegador Chromium, que é a base do Chrome e do novo Microsoft Edge.

Ubuntu vale a pena?

Uma distribuição Linux é muito indicada para reviver aquele computador ou notebook antigo ou mesmo para ser utilizada em um computador novo adquirido sem sistema operacional. Além disso, o Ubuntu permite que em pouco tempo um novo usuário se familiarize com seus recursos e encontre o que procura na plataforma.

No caso de quem utiliza o PC para jogar, é interessante observar se os títulos têm versões para Linux, visto que a oferta de games, principalmente os mais populares, é bem menor no sistema operacional open source. Além disso, é preciso verificar se todo o hardware é compatível com o sistema, já que algumas versões de drivers podem limitar um pouco a usabilidade de seus componentes.

De qualquer modo, sem dúvida vale a pena dar uma chance para o Ubuntu, pois se trata de um sistema bem otimizado, leve e extremamente funcional. Para as tarefas mais comuns, como editar textos, navegar na internet e assistir a conteúdo online, ele atende muito bem, ficando um pouco aquém apenas na questão de jogos.

Ubuntu: saiba como começar a usar