Documentos revelam por que Apple não lança o iMessage no Android

1 min de leitura
Imagem de: Documentos revelam por que Apple não lança o iMessage no Android
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O aplicativo de bate-papo nativo de dispositivos da Apple, o iMessage, nunca foi lançado oficialmente para Android. A estratégia da empresa faz sentido e a explicação para ela segurar a plataforma não é difícil de adivinhar, mas novos documentos revelados agora confirmam a explicação da marca para essa movimentação de mercado.

Segundo o site MacRumors, as informações foram reveladas como parte do processo da Epic Games contra a Apple, com a desenvolvedora de Fortnite acusando a companhia de práticas anticompetitivas de mercado.

Basicamente, o problema está em liberar um dos grandes trunfos que mantém o usuário do iOS comprando produtos da marca e convivendo em um ecossistema da Maçã — assim como os seus contatos de bate-papo, que fazem o mesmo. Vale lembrar que há aplicativos desenvolvidos por ela na Google Play Store, como o Apple Music e o gerenciador de produtos da Beats.

Nem em sonho

Em 2016, um antigo funcionário reclamou ao vice-presidente de marketing da Apple, Phil Schiller, que o iMessage ficar apenas no iPhone "significava um sério aprisionamento" do serviço. Em resposta, o executivo respondeu por email que "levar o iMessage ao Android nos machucaria mais do que ajudaria".

A decisão foi tomada em 2013 e envolveu argumentos dos vice-presidentes de softwares e serviços, Eddy Cue, e de engenharia de software, Craig Federighi. De acordo com eles, o iMessage para Android implicaria em uma "compatibilidade cruzada" perigosa e seria a remoção de um obstáculo para que "famílias que usam o iPhone deem aos filhos celulares Android".

As mensagens são usadas pela Epic Games como uma comprovação de que a Apple de fato está preocupada em manter um ecossistema pouco aberto a colaborações com outras marcas do mercado. Ainda não há detalhes sobre como o argumento será recebido nos tribunais e, por enquanto, as partes envolvidas não se manifestaram sobre o caso.

Documentos revelam por que Apple não lança o iMessage no Android