WhatsApp relembra usuários: aceite novos termos ou seja 'bloqueado'

1 min de leitura
Imagem de: WhatsApp relembra usuários: aceite novos termos ou seja 'bloqueado'
Imagem: Android Authority
Avatar do autor

O WhatsApp adiou a implementação dos novos termos de uso do app que compartilham dados com o Facebook, mas está relembrando os usuários sobre as diretrizes que entram em vigor a partir de maio. A plataforma começou a enviar notificações solicitando que o usuário leia e aceite as regras de uso, que serão obrigatórias para continuar utilizando o mensageiro futuramente. Quem não aceitar, não poderá mais mandar ou receber mensagens.

As capturas de tela exibindo o aviso mostram que o WhatsApp está enviando as notificações dentro do aplicativo. A janela aparece no topo da aba de conversas, indica que as regras de uso e privacidade serão modificadas e o usuário precisa aceitar os novos termos.

Alguns usuários estão sendo notificados sobre a mudança nos termos de uso do WhatsAppAlguns usuários estão sendo notificados sobre a mudança nos termos de uso do WhatsAppFonte:  Gizchina 

Ao abrir a página, o usuário recebe mais informações sobre as mudanças antes de ler o texto completo das novas diretrizes. O WhatsApp ressalta que não coleta informações pessoais e que as conversas são criptografadas, visando tranquilizar os usuários sobre o compartilhamento de dados com o Facebook.

Além disso, o WhatsApp também ressalta que a conta dos usuários que rejeitarem os novos termos não será exatamente bloqueada. No entanto, o acesso aos recursos essenciais do aplicativo será limitado, como explicado pela empresa anteriormente.

O WhatsApp vai começar a aplicar seus termos de uso e privacidade em 15 de maio. Prevista inicialmente para fevereiro, a nova diretriz foi adiada após reclamações de usuários e também ações legais contra a plataforma.

O WhatsApp não indica que vai mudar os termos de uso polêmicos e está aproveitando o tempo extra para prestar esclarecimentos ao público. “Existe muita desinformação causando preocupação, queremos ajudar todos a entender nossos princípios e fatos”, disse a companhia, em comunicado publicado no site oficial do app de mensagens.

WhatsApp relembra usuários: aceite novos termos ou seja 'bloqueado'