Microsoft Edge ganha abas verticais e inicialização 41% mais rápida

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft Edge ganha abas verticais e inicialização 41% mais rápida
Imagem: Microsoft/Divulgação
Avatar do autor

Quase um ano depois de anunciar que estava trabalhando em guias verticais para o Edge, a Microsoft anunciou nesta quarta-feira (4) a chegada da novidade à versão atualizada do navegador, juntamente com outras melhorias, como a inicialização 41% mais rápida.

Disponíveis em outros navegadores, nativamente ou por meio de extensões, as abas verticais chegam com o objetivo de melhorar a experiência dos usuários que costumam abrir muitas guias simultaneamente, oferecendo a opção de organizá-las em uma barra lateral, em vez de gerenciá-las na parte superior do browser (é possível escolher a alternativa mais adequada ao seu caso).

Guias verticais do Edge.Guias verticais do Edge.Fonte:  Microsoft/Divulgação 

Segundo a gigante de Redmond, a novidade complementa a função de abas suspensas lançada recentemente, que coloca em segundo plano as guias não utilizadas no momento, ajudando a liberar recursos de memória e CPU, além de aumentar a vida útil da bateria.

O usuário poderá configurar a inicialização rápida.O usuário poderá configurar a inicialização rápida.Fonte:  Microsoft/Divulgação 

Quanto à inicialização rápida, o browser é carregado em segundo plano ao ligar o dispositivo e continua sendo executado mesmo depois de fechar todas as janelas, o que garante uma abertura 41% mais rápida, de acordo com os dados obtidos pela Microsoft nos testes do “impulso de inicialização”. A ferramenta será ativada automaticamente ao longo do mês, mas o usuário pode desativá-la se quiser.

Novidades também no histórico e no Bing

Outra área que passará por mudanças é o histórico de navegação do Microsoft Edge, contando com uma nova forma de exibição. Ao abri-lo, você verá as informações em um menu suspenso com a possibilidade de fixá-lo no canto direito da tela, sem perder o contexto da página em exibição.

Nova forma de visualizar o histórico de navegação.Nova forma de visualizar o histórico de navegação.Fonte:  Microsoft/Divulgação 

Já os internautas que usam o Bing para buscas poderão conferir resultados de pesquisas mais “intuitivos e envolventes”, com a utilização de imagens e infográficos, segundo a companhia, facilitando encontrar a informação desejada com mais agilidade e rapidez.

Microsoft Edge ganha abas verticais e inicialização 41% mais rápida