Apple tomará medidas contra apps com preços abusivos

1 min de leitura
Imagem de: Apple tomará medidas contra apps com preços abusivos
Imagem: Apple / 9to5Mac
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Nesta sexta-feira (19), o site 9to5Mac relatou uma possível nova postura da Apple sobre aplicativos caros demais ou que dispõem de assinaturas com preços abusivos em sua App Store. O caso foi observado em um e-mail obtido pela fonte, onde a Maçã detalha a decisão de rejeitar o aplicativo de um desenvolvedor por considerar o preço de alguns itens "irracionalmente altos".

O e-mail começa citando a importância da confiabilidade da App Store para os clientes da Apple e explica, logo em seguida, que o aplicativo em questão cobraria preços incoerentes com os benefícios e conteúdos oferecidos aos usuários, o categorizando como uma "fraude". Ao fim, a mensagem brevemente sugere que o desenvolvedor revise os itens "inadequados" e reenvie o aplicativo para uma nova avaliação.

Os termos descritos no e-mail levantaram dúvidas sobre sua legitimidade, contudo, o site 9to5Mac confirmou sua autenticidade após uma análise posterior junto do desenvolvedor e o time da Apple. Felizmente, desta vez, a dura revisão foi revelada como um falso positivo e logo foi revertida pela Maçã, com a justificativa de que os preços sugeridos pelo desenvolvedor eram necessários para o funcionamento do aplicativo.

A App Store recentemente enfrentou polêmicas sobre aplicativos fraudulentos e, agora, a Apple parece estar ainda mais rigorosa em sua avaliação. (Fonte: Apple, Blog do iPhone / Reprodução)A App Store recentemente enfrentou polêmicas sobre aplicativos fraudulentos e, agora, a Apple parece estar ainda mais rigorosa em sua avaliação. (Fonte: Apple, Blog do iPhone / Reprodução)Fonte:  Apple, Blog do iPhone 

Vale ressaltar que as diretrizes de revisão de aplicativo da Apple já possuíam regras relacionadas aos preços caros demais ou incoerentes com o benefício oferecido, entretanto, a empresa parece estar agindo mais agressivamente para combater possíveis fraudes nos últimos meses.

Nesse contexto, também é possível encontrar casos semelhantes de desenvolvedores que encontraram o mesmo problema desde outubro do último ano — sugerindo que a medida está relacionada as polêmicas sobre a segurança da App Store contra aplicativos maliciosos. A Apple ainda não se pronunciou oficialmente sobre assunto.