Fundador do Telegram promete jamais monetizar dados dos usuários

1 min de leitura
Imagem de: Fundador do Telegram promete jamais monetizar dados dos usuários
Imagem: Nadine Rupp/Getty Images
Avatar do autor

Segundo o site de gerenciamento financeiro Mint, o programador russo Pavel Durov, criador do aplicativo de mensagens instantâneas Telegram, afirmou hoje (12) que sua empresa jamais irá monetizar os dados privados dos usuários para criar perfis de anúncios direcionados.

Além de assegurar a privacidade dos usuários, Durov também garantiu que nunca irá exibir anúncios de 30 segundos no Telegram. “Se algum dia introduzirmos anúncios, eles serão exibidos apenas em grandes canais um para muitos” (que não existem em nenhum outro app de mensagens), mas nunca direcionados com base em dados privados, como faz o Facebook.

A declaração de Durov foi dada em resposta a um usuário que disse “estar disposto a ver um ou dois anúncios de 30 segundos por dia, se isso ajudar”, depois de Durov ter feito uma postagem afirmando que, agora que está se aproximando dos 500 milhões de usuários ativos, pretende ganhar dinheiro.

Futuro do Telegram

Fonte: phone Arena/ReproduçãoFonte: phone Arena/ReproduçãoFonte:  phone Arena 

Porém, vender o Telegram a uma Big Tech, como fizeram os criadores do WhatsApp, está totalmente fora de questão. Durov garante que "precisa continuar a servir o mundo", o que "é impossível se você se torna parte de uma corporação".

O aumento no interesse dos usuários, não só pelo Instagram como também pelo Signal, está ocorrendo desde que o WhatsApp atualizou sua política de privacidade na semana passada, obrigando seus usuários a compartilhar dados com o Facebook.

Após garantir que os utilizadores comuns desfrutarão gratuitamente do Telegram para sempre (como também fez o Signal), Durov reiterou que pretende implementar sua plataforma de publicidade, para cobrir os custos de servidores e tráfego, mas que seja “amigável ao usuário e respeite sua privacidade”.

Fundador do Telegram promete jamais monetizar dados dos usuários