Google Meet pode substituir o Duo em até dois anos, diz site

1 min de leitura
Imagem de: Google Meet pode substituir o Duo em até dois anos, diz site
Imagem: Google/Divulgação
Avatar do autor

O aplicativo Google Duo pode estar com seus dias contados. De acordo com o site 9to5Google, "fontes familiarizadas com o assunto" dizem que a empresa deverá substituí-lo pelo Google Meet, já que não faz mais sentido ter dois aplicativos de videochamadas.

Segundo o site, o gerente geral do 'G Suíte' Javier Soltero está liderando uma iniciativa conhecida por "Duet", resultado de Du(o) + (Me)et. Isso significa que recursos do Duo deverão ser integrados ao Meet, como a criptografia de ponta a ponta, efeitos em realidade aumentada e acesso com ou sem número de telefone.

O time do Google de serviços de comunicação para consumidores foi unificado em maio, e então Soltero teria anunciado aos funcionários que não fazia sentido o Duo e Meet coexistirem.

O Meet, com o mercado de trabalho se tornando cada vez mais remoto durante a pandemia de coronavírus (Sars-Cov-2), acabou se tornando a solução do Google para concorrer com o Zoom, por exemplo. Assim, como teria dito Soltero, o aplicativo está voltado tanto para usuários regulares quanto para empresariais.

Quatro anos de Duo

Lançado em 2016, o aplicativo de videochamadas Duo era mais focado no consumidor final e vinha para substituir o Hangouts. Segundo o 9to5Google, a decisão foi uma surpresa até mesmo para a própria equipe do app.

As fontes do site também informam que, após a fusão (ou nascimento do Duet), o Duo será desligado. Também, que a transição poderá levar até dois anos. Em resposta, o Google afirmou que "não tem planos de interromper" o Duo e que investirá em novos recursos e no trabalho conjunto entre os apps.

"Estamos totalmente investidos no Duo, que teve um crescimento surpreendente durante a pandemia", disse a empresa. Em abril, o app chegou a atingir três milhões de novos usuários diários e mais de 100 milhões de participantes em reuniões diárias.

Google Meet pode substituir o Duo em até dois anos, diz site