FBI alerta: Windows 7 é alvo cada vez mais fácil para hackers

1 min de leitura
Imagem de: FBI alerta: Windows 7 é alvo cada vez mais fácil para hackers
Avatar do autor

O fim do suporte ao Windows 7 terminou em janeiro de 2020, deixando muitos usuários sem manutenção e atualizações de segurança no sistema operacional da Microsoft — o que inclui um grande público no Brasil. E essa página virada significa também que a plataforma, agora defasada e sem a devida atenção por parte da empresa, vira um alvo ainda maior de crimes cibernéticos.

Quem afirma isso é o FBI, que publicou um relatório oficial a respeito da segurança do Windows 7 nesta segunda-feira (3). O departamento de investigação detectou um aumento de interesse na plataforma por parte de invasores, que agora estão em busca de vulnerabilidades que talvez não sejam sanadas pela companhia. 

Em março deste ano, uma brecha grave foi detectada em várias versões da plataforma e, por causa do fim do suporte, o Windows 7 já não foi priorizado em correções — sendo que a situação só deve piorar daqui em diante.

É melhor prevenir

De acordo com o documento, fazer a atualização é extremamente recomendável, especialmente em clientes corporativos que têm redes inteiras ainda no Windows 7. Apenas tem adquiriu o pacote Extended Security Update (ESU) da Microsoft está mais seguro, com garantia de proteção até janeiro de 2023.

O FBI reconhece que migrar de sistema operacional pode ser complicado e até custoso, pois pode envolver a compra de um novo aparelho. Porém, o custo disso seria pequeno se comparado a virar vítima de um desses ataques, especialmente a nível corporativo.

Fontes

FBI alerta: Windows 7 é alvo cada vez mais fácil para hackers