Google Chrome ativa função que reduz consumo de RAM no Windows 10

1 min de leitura
Imagem de: Google Chrome ativa função que reduz consumo de RAM no Windows 10
Imagem: Google/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A partir desta segunda-feira (29), o Canary Chrome passará a consumir menos RAM no Windows 10. A novidade foi confirmada pela empresa para a versão ‘85.0.4182.0’ do navegador para desenvolvedores.

A mudança se dá pelo lançamento da ‘SegmentHeap’, ferramenta lançada em junho com a premissa de aprimorar a distribuição de RAM em aplicativos Win32. Ela já está disponível no Windows 10 (2004) e vem sendo usada no Microsoft Edge, que é baseado no Chromium. Segundo a Microsoft, houve uma melhoria de 27% no consumo de RAM.

Bruce Dawson, programador do Google Chrome, confirmou que as novidades já estão funcionando. “Posso confirmar que o SegmentHeap já está ativado [no Chrome]”, escreveu.

Esta é a segunda fase de implementação do recurso no Google Chrome. Atualmente disponível apenas na versão Canary, para desenvolvedores, é esperado que uma versão beta do navegador traga a mudança nas próximas semanas.

Até que chegue a todos usuários finais, o suporte ao recurso no navegador pode demorar mais alguns meses. Também é válido reforçar que os computadores precisam estar utilizando a versão 2004 (ou posterior) do Windows 10.

O Google já havia confirmado no início do mês que o Chrome integraria a função. O navegador da empresa é um dos mais completos em recursos, mas também um dos que mais consomem RAM.

Segundo a empresa, “os resultados reais variam amplamente, com maior economia em máquinas com muitos núcleos”.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google Chrome ativa função que reduz consumo de RAM no Windows 10