Android 11: 'atualizações em segundo plano' serão obrigatórias

1 min de leitura
Imagem de: Android 11: 'atualizações em segundo plano' serão obrigatórias
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Um recurso que foi adicionado pela primeira vez no Android 7.0 (Nougat) pode finalmente se transformar em um padrão pela Google. Trata-se da atualização ininterrupta (ou em segundo plano), um recurso que facilita e agiliza o download e a instalação de novas versões do sistema operacional móvel.

Entretanto, isso nunca foi obrigatório e apenas alguns dispositivos e fabricantes adotavam a função. Segundo o site XDA Developers, só o Android 11 deve realmente forçar a adoção desse recurso em todas as parceiras que usam o sistema. A confirmação de suporte a essa tecnologia parece fazer parte do Vendor Test Suite (VTS), uma certificação obrigatória para um aparelho que deseja entrar no mercado com o ecossistema de apps e o sistema da Google.

O formato de atualização também é chamado de "partições virtuais A/B". Nele, você continua usando o seu tablet ou smartphone normalmente enquanto o download acontece. Partições que lidam somente com leitura de dados — e que estão duplicadas no sistema — são modificadas em segundo plano sem prejudicar o seu cotidiano.

Um esquema que explica a divisão em duas partições e o funcionamento do sistema antes do download, depois a instalação e após a reinicialização do aparelho.Um esquema que explica a divisão em duas partições e o funcionamento do sistema antes do download, depois a instalação e após a reinicialização do aparelho.Fonte:  XDA Developers 

Apenas alguns setores, que não podem sofrer alteração sem que você precise pausar a navegação, continuam em operação com o sistema antigo. Por fim, quando você reinicia o dispositivo, o boot ocorre a partir da metade atualizada, deixando você com a última versão do Android devidamente instalada.

Vários benefícios

Além da praticidade, essa forma de atualização é segura, já que mantém um backup no seu dispositivo para o caso de falhas no processo por parte das fabricantes.

O Android 11 seria apresentado oficialmente durante a Google I/O 2020, que foi cancelada e nem mesmo será realizada de forma online por causa da pandemia do novo coronavírus. Se o calendário tradicional ainda for respeitado, a versão final provavelmente estará disponível somente a partir de setembro.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Android 11: 'atualizações em segundo plano' serão obrigatórias