App usa blockchain para ajudar vítimas de abusos sexuais

1 min de leitura
Imagem de: App usa blockchain para ajudar vítimas de abusos sexuais
Avatar do autor

O Smashboard é um app que tem a proposta de funcionar como rede social anônima, onde pessoas procuram ou oferecem ajuda para vítimas de abusos sexuais. É uma comunidade que usa a tecnologia descentralizada da rede blockchain para disponibilizar um espaço seguro para pessoas dispostas a lutar contra a cultura do estupro.

O app sem fins lucrativos usa a rede blockchain baseada no Ethereum e foi desenvolvido por Noopur Tiwari. No momento, ele só pode ser baixado na Índia, para Android e iOS.

O histórico de mensagens do app é permanente e não pode ser deletado. Além disso, ele inclui registro de data e hora para tudo que é postado, e os eventos relatados poderão ser usados como evidências em processos judiciais.

(Fonte: Pixabay)

A comunidade conta com uma extensa lista de recursos de saúde mental e profissionais da área jurídica, um fórum para a busca e oferta de ajuda e um feed de notícias com artigos de publicações que abordam o tema.

Smash Coin

Embora as criptomoedas estejam proibidas na Índia, a fundadora do app diz que, se elas forem legalizadas e regulamentadas, poder considerar a possibilidade de lançar uma moeda digital baseada no app, a Smash Coin.

A Smash Coin também seria baseada no Ethereum e serviria para financiar campanhas, ferramentas digitais e iniciativas de base de investidores que combatam o abuso sexual. O app está disponível nos idiomas inglês, espanhol e francês, mas deve ganhar novas traduções em breve.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
App usa blockchain para ajudar vítimas de abusos sexuais