WhatsApp copia Telegram e adotará 'mensagens autodestrutivas'

1 min de leitura
Imagem de: WhatsApp copia Telegram e adotará 'mensagens autodestrutivas'
Avatar do autor

O WhatsApp pode "surrupiar" uma funcionalidade famosa do Telegram: as mensagens autodestrutivas. De acordo com informações do WABetaInfo, o mensageiro que pertence ao Facebook está testando um sistema que permite ao usuário escolher quanto tempo o conteúdo enviado estará disponível.

As imagens compartilhadas pelo site mostram que a ferramenta deve ser liberada primeiro em grupos, mas eventualmente também deve chegar aos chats privados. Durante os experimentos do WhatsApp, o tempo para as mensagens sumirem pode ser definido para 5 segundos ou uma hora.

(Fonte: WABetaInfo/Reprodução)

A chegada das mensagens que se autodestroem no WhatsApp ainda não tem data para acontecer, mas a novidade foi vista na versão 2.19.275 do Android. Com isso, quem sabe a versão do app para o sistema da Google seja a primeira a receber o recurso. A funcionalidade é uma grande adição ao serviço e se soma aos outros esforços do Facebook para oferecer opções de privacidade no app, como criptografia de ponta-a-ponta e verificação em duas etapas.

Os chats que se deletam sozinhos podem ser úteis na troca de informações confidenciais e fazem sucesso em apps como o Telegram e Signal. O próprio Facebook Messenger já possui uma função que permite determinar um prazo de validade para as mensagens. No ano passado, até mesmo o Gmail ganhou um recurso para destruir e-mails trocados.

Você está ansioso para ver as mensagens autodestrutivas no WhatsApp? Deixe sua opinião nos comentários!

Comentários

Conteúdo disponível somente online
WhatsApp copia Telegram e adotará 'mensagens autodestrutivas'