Rumor: Qualcomm desenvolve chip Wear 439 para próxima geração de relógios

1 min de leitura
Imagem de: Rumor: Qualcomm desenvolve chip Wear 439 para próxima geração de relógios
Avatar do autor

Ao que parece, a Qualcomm percebeu que algo ainda pode ser feito e que pode ganhar dinheiro no segmento de smartwatches. Isso porque, segundo o site WinFuture, a companhia já estaria fazendo testes para o desenvolvimento do chip Wear 439, que deverá equipar a sua próxima geração de relógios inteligentes.

Ainda de acordo com a publicação, o chip (Wear 439 ou Wear 2700) foi visto em testes em um aparelho com 1 GB de RAM LPDDR3 e 8 GB de armazenamento eMMC. Pelo nome, a ideia é que ele seja baseado no Snapdragon 429, que integra aparelhos como o Nokia 3.2.

(Fonte: Google/Divulgação)

Melhorias aguardadas

A perspectiva de um novo processador para o Wear OS anima um pouco. Não é novidade que smartwatches contam com um hardware mais restrito; sendo assim, quanto menos o processador exige, mais a bateria dura. A questão é que os dispositivos do Wear OS pecavam exatamente nisso, então é esperado que a novidade possa corrigir parte do problema.

É bem provável que o chip tenha 4 núcleos Cortex A53, arquitetura 64 bits e frequências mais altas, lembrando que os Snapdragon, no seu momento atual, chegam a atingir 2 GHz. Além disso, fica a expectativa para a performance, um dos pontos mais críticos.

Ainda não é possível ter uma ideia mais concreta de quando a novidade poderá ser vista, mas o WinFuture sugere que até o próximo ano o chip ainda não estará pronto.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Rumor: Qualcomm desenvolve chip Wear 439 para próxima geração de relógios