As tecnologias chamadas futuristas estão cada vez mais presentes no cotidiano. A inteligência artificial, a Internet das Coisas, a robótica, sistemas autônomos de veículos e coisas do tipo já são realidade, mesmo que ainda um pouco caras e restritas a alguns países. Essas tecnologias não ficam restritas apenas a atividades diárias da vida, mas aparecem também na criação de obras de arte das mais diversas naturezas.

A mais recente novidade nessa área foi uma recriação de um clássico da música brasileira, mais especificamente da cena chamada Tropicália: a canção “Divino, Maravilhoso”, composta por Caetano Veloso e Gilberto Gil em 1968, e que ganhou fama nacional na voz de Gal Costa. Mas o que te essa música a ver com tecnologia?

É agora que entra a Google e seu sistema de inteligência artificial. A empresa desafiou o produtor musical Dudu Marote, o próprio Caetano Veloso e a cantora Iza a recriarem “Divino, Maravilhoso” usando as ferramentas de IA da companhia. A mistura não poderia ser mais correta: o Tropicalismo foi um movimento musical que unia ritmos tradicionais e elementos modernos, como as guitarras elétricas. Nada mais apropriado que dar um toque de inteligência artificial nesse clássico.

Confira a seguir alguns vídeos com o making of e, claro, a nova versão de “Divino, Maravilhoso” feita com ajuda da inteligência artificial da Google.

Cupons de desconto TecMundo: