Ao que tudo indica, o navegador do Google vai ganhar alguns recursos bem interessantes em sua versão mobile; um deles é permitir aos usuários escolher em qual pasta realizar o download de arquivos. Essa opção já existe na versão do Chrome para computadores, mas ainda falta para smartphones, que atualmente têm arquivos baixados no ícone de download que existe em todos os modelos.

Apesar de algo simples, esse é o tipo de mudança mais do que bem-vinda para os usuários acostumados a baixar algum conteúdo via smartphone, por conta de dois aspectos principais: 

 

1. Localização

Quem já passou pela situação de não encontrar um arquivo recém-baixado sabe como é irritante rever todas as pastas, procurar os arquivos e acabar fazendo outro download só para ver se dessa vez fica possível localizar o que está procurando. Isso quando o arquivo não se perde em um "limbo" no qual ele deveria estar do diretório de downloads mas, por motivos desconhecidos, não é encontrado. 

2. Espaço

Escolher onde armazenar os arquivos baixados vai permitir selecionar o cartão SD, o que pode vir a ser uma mão na roda por desocupar espaço na memória da máquina — e, inclusive, até melhorar o desempenho do celular. Além disso, é um jeito de aproveitar melhor o cartão, que muitas vezes  não tem todo o seu potencial explorado porque nem todos os tipos de arquivos podem ser incluídos neles (alguns aplicativos, por exemplo, só permitem que sejam instalados na memória RAM de dispositivos). 

 

Ainda não há uma data para que isso aconteça, mas pode ser logo, já que outras mudanças já foram identificadas no Chromium — o navegador do Google que utiliza código-aberto e que costuma ser o campo de teste para melhorias e atualizações da versão mais conhecida —, como o suporte à execução de vídeos em HDR e uma nova ferramenta que permitiria a exportação de senhas para a plataforma Google. E como, em geral, o que acontece no Chromium acaba se espelhando no Chrome, essas atualizações já viraram notícia entre os interessados no navegador.

Como são updates não oficiais, ainda não é possível bater o martelo em definitivo. Por aqui, ficamos na torcida para que seja uma das atualizações a chegarem como “presente” de Natal para os usuários do aplicativo.

Cupons de desconto TecMundo: