Como está divido o enorme bolo do mercado mobile neste ano? De acordo com relatório da Kantar, poucas coisas fugiram da obviedade entre os meses de setembro de 2016 e 2017. De lá para cá, o Android continuou reinando soberano enquanto o Windows 10 Mobile (ex-Windows Phone) praticamente sumiu.

A grande surpresa fica pelo crescimento do iOS em um mercado bastante importante, a China. Em contrapartida, a plataforma da Apple perdeu espaço em outro país significante para os seus dispositivos, o Reino Unido, apresentando uma retração na média europeia.

Kantar

Window Mobile: derrota generalizada

Não é mais segredo para ninguém que a Microsoft não tem qualquer plano futuro que inclua iniciativas próprias no mundo mobile. Depois de deixar seus usuários à deriva sem atualizações significativas por um bom tempo, a companhia confirmou por meio de seu vice-presidente corporativo Joe Belfiore que “criar novos recursos ou hardware não é o foco” da companhia.

E o público já vem percebendo isso, tanto é que a fatia de mercado do Windows 10 Mobile diminuiu em praticamente todas as regiões pesquisadas — os cinco principais mercados europeus, Austrália, China, Estados Unidos e Japão. A queda mais significativa aconteceu na Europa, onde a fatia de mercado reduziu 2,7 pontos percentuais em um ano — de 3,8% para 1,1%.

O melhor cenário foi na China: por incrível que pareça, o país mais populoso que não tinha um número significativo de Windows Mobile em 2016, fechou setembro de 2017 com 0,2% de seu mercado composto por dispositivos que utilizam a plataforma da Microsoft. É um crescimento irrelevante, mas não deixa de ser crescimento.

iOS cresce na China, mas não ameaça o Android

O iOS aumentou a sua fatia de mercado na China em 3,3 pontos percentuais e agora ocupa uma fatia de 17,3% por lá. O Android viu uma queda da mesma quantidade de pontos e agora está presente em 82,2% dos gadgets chineses. Na Europa, o Android cresceu 2,9 pontos e está presente em oito a cada 10 portáteis.

A média do iOS no principais mercados do Velho Continente se manteve praticamente estável: era de 18,8% em setembro de 2016 e caiu para 18,7% no nono mês deste ano. No Japão, o Android cresceu 4,8% e agora tem fatia de 66,5%, enquanto o iOS caiu 4,4 pontos e fechou o período com 33% dos gadgets japoneses.

Cupons de desconto TecMundo: