Um estudo conduzido pela Futuremark, desenvolvedora de um dos testes de benchmark multiplataforma mais conhecidos pelos internautas, o 3DMark, concluiu que a Apple não compromete intencionalmente o desempenho de iPhones antigos com atualizações do iOS.

Uma teoria conspiratória circula na web desde o lançamento do segundo iPhone dizendo que a Maçã entrega atualizações do iOS justamente alguns dias antes do lançamento de novos smartphones para que os donos de aparelhos antigos testem o novo software, sintam que seus aparelhos ficaram mais lentos e, em seguida, tenham vontade de comprar um novo modelo.

O estudo da Futuremark, entretanto, mostrou que não é este o caso. A empresa fez testes de benchmark durante 18 meses em diversos iPhones e constatou que o desempenho da GPU e da CPU desses aparelhos não sofreu alterações significativa após novas atualizações.

gráfico desempenho iphone 5s

O iPhone 5s, especialmente, manteve praticamente os mesmos números durante o período, mesmo depois de ser atualizado para o iOS 11 recentemente. Os iPhones 66s7 também tiveram resultados similares, mostrando inclusive algumas melhorias de desempenho com novas versões do sistema.

Ainda assim, é inegável que o usuário realmente sente o telefone ficando lento com o tempo. Mas isso não é culpa da fabricante, mas talvez das desenvolvedoras de apps, que vão fazendo ferramentas cada vez mais pesadas, isto é, que exigem cada vez mais recursos do sistema para funcionar. Assim, depois de dois ou três anos com o mesmo hardware, seu aparelho já não consegue mais dar conta de apps básicos que, anteriormente, eram tarefa simples e cotidiana.

gráfico performance iphone

Isso também não descarta a possibilidade de novos sistemas operacionais lançados pela Apple anualmente serem muito pesados para hardwares antigos, o que contribui para o mau desempenho. O que a Futuremark provou foi apenas que a Apple não faz nenhum tipo de corte intencional no desempenho de seus modelos antigos.

Cupons de desconto TecMundo: